Jundiaí

Em um ano, cresce 15% o número de contratações de estagiários

EMPREGO O cenário para os jovens e empresas em Jundiaí começa a apresentar leve melhora, após uma queda de 42% em 2020 comparado a 2019


             ALEXANDRE MARTINS
Desde novembro, Victor Martin faz estágio em comunicação interna
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

Após um ano de pandemia, as empresas começaram a demonstrar um leve aumento na contratação de estagiários. De acordo com o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) - regional Jundiaí, no período de março de 2020 a março de 2021 houve um aumento de 15% na admissão desses profissionais.

Entre as áreas mais procuradas, estão engenharia, administração, direito e publicidade para o ensino superior e algumas áreas técnicas já começando pelo Ensino Médio.

A supervisora comercial do CIEE Jundiaí, Talita Farias, afirma que esse número traz certo alívio para o mercado. "O ano passado percebemos uma queda de 42% em relação a 2019 no número de contratações. Muitos setores ficaram estagnados e não contrataram por meses. No começo de 2021 vemos que as empresas começaram a se adequarem à nova realidade", relata.

Muitas não contratavam estagiários antes da pandemia, mas começaram a contar com esses jovens profissionais. Ela afirma que a região de Jundiaí tem atualmente 170 vagas disponíveis em diversas áreas.

"As mais procuradas são administração, engenharia, direito e publicidade. Além dos jovens a partir dos 16 anos que estão no Ensino Médio e procuram uma oportunidade para ingressar em algum trabalho. As bolsas de auxílio podem variar de R$500 a R$700 para um aluno do ensino médio e de R$700 a R$1,2 mil para os que já ingressaram em algum curso superior", afirma.

OPORTUNIDADE

Uma das formas que as empresas encontraram para se adaptar à nova realidade foi a contratação on-line. A Astra é exemplo disso. Desde 2020, o processo seletivo é realizado de forma automatizada. O cadastro do currículo, testes e entrevistas com o RH e gestores das áreas é realizado por meio das plataformas Gupy e WhatsApp.

Hoje, a Astra conta com 13 estagiários em seu quadro de colaboradores em diversas áreas, mantendo a carga horária de trabalho dos estagiários como anteriormente, de acordo com o que é estabelecido em lei e a disponibilidade do estagiário.

Cursando o 2º ano de jornalismo, Victor Martin Favareto, de 18 anos, conseguiu uma oportunidade na área de comunicação interna da empresa.

"Comecei em novembro do ano passado e na época foi uma surpresa porque não estava procurando ainda referente ao curso de jornalismo, afinal, só havia cursado um ano de faculdade. Participei do processo para a área de administração, pois fiz curso técnico integrado ao ensino médio. Quando me chamaram, era para uma vaga na comunicação interna", relata.

Favareto afirma que a experiência está sendo muito boa e que a pandemia não afetou o trabalho. "Tive sorte, pois como trabalho na comunicação interna, que consiste em informar os funcionários com notícias e avisos da empresa, essa parte não foi afetada. O trabalho jovem acaba ajudando bastante, por conta da facilidade com a tecnologia", relata.

Aos 21 anos, Lucas Tresmondi, conseguiu um estágio na área de vendas em uma multinacional, mas ligado ao curso de engenharia civil que termina em 2022. "Eu me inscrevi para uma vaga de inteligência de mercado, mas não consegui passar na última fase. Um tempo depois me ligaram falando que gostaram muito do meu currículo e tinha uma vaga disponível na área de vendas. Fiz o processo seletivo e passei, mas só consegui começar a trabalhar alguns meses depois", conta.

Para o jovem, uma empresa possui muitos benefícios ao contratar um estagiário. "Acredito que um estagiário consegue ser moldado para aprender e atender o que a empresa precisa. É mais fácil se encaixar no perfil, pois ele chega sem experiência. É mais fácil efetivar um estagiário do que contratar alguém de fora que não tenha a vivência da empresa. Além disso, o jovem está mais presente no mundo da tecnologia e traz inovação ao trabalho", relata.

ATUALIZAÇÃO

A supervisora do CIEE Jundiaí ressalta a importância de manter o cadastro atualizado. "Quando o aluno se inscreve em algum site de emprego, ele precisa manter os dados sempre atualizados, principalmente telefone, e-mail e endereço, pois assim, consegue receber as oportunidades sempre que aparecerem", aconselha Talita.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: