Jundiaí

Comerciantes elevam expectativa para Dia das Mães

A notícia de que o comércio poderá reabrir neste domingo, aumenta a expectativa dos comerciantes em relação à data


Jornal de Jundiaí
Emerson dos Santos revela que camisetas e calças são mais procurados
Crédito: Jornal de Jundiaí

Faltando pouco mais de três semanas para o Dia das Mães, a notícia de que o comércio poderá reabrir neste domingo (18), das 11h às 19h, de acordo com as novas medidas anunciadas na Fase Transitória (confira na matéria ao lado), aumenta a expectativa dos comerciantes em relação à data.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Jundiaí (CDL) e do Sindicato do Comércio Varejista de Jundiaí e Região (Sincomercio), Edison Maltoni, lembrou que a campanha 'Mãe, tem mensagem pra você!' ajudará a estimular as vendas no comércio de rua e presentear os consumidores. "Acreditamos que entre os presentes mais procurados para presentear as mães estão roupas, calçados, cosméticos e acessórios, mas as flores também fazem parte da lista de preferencias dos filhos", diz.

A gerente de uma loja de relógios e joias, Jaqueline Garcia, acredita que a permissão da entrada nas lojas vai aumentar as vendas. "Estamos confiantes que vamos vender bem. Fizemos pedidos de peças diferentes e personalizadas para o Dia das Mães. As pessoas preferem escolher o produto presencialmente, principalmente para ver a qualidade, tamanho e brilho, que saem diferentes nas fotos", relata.

Peças de ouro, prata e folhados, correntes com pingentes de filhos, pulseiras e conjuntos são os produtos mais procurados. "Algumas pessoas compram itens de R$20, outras gastam R$150 a R$200. Depende muito de quanto o filho pode", revela.

Para o gerente de uma loja de roupas, Emerson dos Santos, a nova permissão deve aquecer as vendas. "A expectativa do comerciante é sempre querer vender. Sempre buscar mais e acreditar que vai crescer em relação ao ano anterior. Por mais que não pareça, acredito que esse ano será melhor, pois em maio de 2020, tudo estava completamente fechado", afirma.

Entre as roupas, o que os filhos mais procuram são camisetas, calças jeans e vestidos. "O preço médio dos presentes é de R$50 a R$100. Geralmente é só uma lembrança para não passar em branco", afirma.

ALÍVIO

A campanha "Mãe, tem mensagem pra você!" tem o objetivo de estimular as vendas para o Dia das Mães no comércio de Jundiaí e presentear os consumidores. Nela, as lojas de comércio e de serviços participantes da campanha vão oferecer uma mensagem de vídeo especialmente criada para o consumidor enviar para sua mãe lembrando o quanto ela é importante.

Os lojistas interessados em participar podem obter mais informações no site https://campanha.cdljundiai.com.br

Para a data tão aguardada pelo varejo, Maltoni orienta que os empreendedores busquem alternativas para manter a liquidez e o fluxo de caixa. "Independente da fase adotada pelo Plano São Paulo, é preciso apostar em ações nos múltiplos canais de vendas e de entregas como e-commerce, WhatsApp, delivery, take away e drive thru. Pequenos comerciantes também podem se juntar para compartilhar mailings e mercadorias por consignação. Também é fundamental ações promocionais, ofertas de kits de presentes, parcerias e disponibilizar vouchers com descontos atrativos para consumo posterior", sugere Maltoni.

O presidente da Associação Comercial Empresarial (ACE), Mark William Ormenese Monteiro, o Dia das Mães é uma das principais datas para o varejo e será a primeira após a reabertura das lojas. "A expectativa é a de que os comerciantes consigam recuperar o prejuízo acumulado no período de lojas fechadas. É importante pensar em ações e estratégias para atrair o consumidor. A pandemia trouxe grandes transformações para o varejo e os consumidores estão valorizando muito a conveniência e a facilidade de compra, de entrega e de pagamento", afirma.

Para apoiar o comerciante associado a ACE está lançando uma campanha especial com dicas de presentes.

(Mariana Checoni)

 


Notícias relevantes: