Jundiaí

Ações contra Aedes aegpyti são intensificadas nas regiões com aumento na transmissão

Avanço no número de casos de dengue em Jundiaí motiva maior combate ao mosquito


Divulgação
Eliminar os focos é a maneira definitiva para reduzir o número de casos
Crédito: Divulgação

Com o avanço no número de casos de dengue em algumas regiões de Jundiaí, a Vigilância em Saúde Ambiental (Visam), órgão da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), da Prefeitura de Jundiaí, intensifica as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue e das demais arboviroses.

O bairro da Vila Comercial, região Sul, foi alvo de controle químico na última semana com objetivo de reduzir a população de mosquitos possivelmente contaminados. Essa ação foi fruto de uma avaliação epidemiológica realizada pelo órgão que demonstrou casos positivos e suspeitos recentes. Por isso, é essencial que a população elimine do quintal todos os possíveis objetos que possam acumular água e servir de criadouro para o mosquito.

"A partir das investigações epidemiológicas realizadas em todas as notificações, são desencadeadas ações específicas para a realidade de cada local. Bloqueio de todos, busca ativa de sintomáticos e controle químico são exemplos das ações realizadas", informa o médico veterinário e gerente da Visam, Carlos Ozahata.

Além da região Sul, outra área de preocupação para o órgão é o Vetor Oeste. As áreas limítrofes, segundo o gerente, são emblemáticas pela circulação das pessoas entre os municípios, quer seja pelo trabalho, quer seja para fazer compras. Por isso, é importante manter a atenção permanente à ocorrência de suspeitos provenientes dessas áreas. “Cerca de 80% dos criadouros dos mosquitos Aedes aegypti estão no interior das residências. Eliminar qualquer recipiente que possa acumular água é medida definitiva e eficaz”, ressalta.

Desde sexta-feira (16), os números relativos às arboviroses passaram de publicação quinzenal para semanal – Boletim Epidemiológico -, com o objetivo de informar a população e aos profissionais da Saúde sobre o avanço das doenças. Em uma semana, Jundiaí apresentou crescimento de 85% no número de casos confirmados de dengue, passando de 33 para 61. O número de casos autóctones (quando a doença é adquirida no próprio município) teve um aumento de 100% , passando de 21 casos para 42.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: