Jundiaí

Profissionais ressaltam atenção na prática de exercícios em casa

SAÚDE Para pessoas que estão realizando exercícios em suas casas, os profissionais recomendam atenção na prática correta dos movimentos e na segurança


         ALEXANDRE MARTINS
O agachamento a fundo fortalece os membros inferiores
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

Fazer exercícios em casa virou a única opção para as pessoas que estão preocupadas com sua saúde, devido às incertezas que o abre e fecha de academias e parques trouxe.

Com isso, o educador físico Gustavo Rosin Speria, de 33 anos, ressalta a importância de se realizar os exercícios corretamente e em segurança para melhorar o bem-estar de quem pratica. "Para aqueles que levam uma vida mais sedentária ou que estão voltando a praticar exercícios depois de um bom tempo parado, eu recomendo começar com uma intensidade leve, mas assegurando uma frequência boa, algo em torno de cinco vezes por semana e durante uns 30 minutos", comenta.

Para Gustavo, a disciplina é um fator importante para que as pessoas possam ter um bom ritmo de treinos. "Apesar das diferenças de cada aluno que tenho, a rotina é a mesma para todos: começar com um aquecimento, depois partir para a parte principal de exercícios e finalizar com um relaxamento por meio de alongamentos", afirma.

"A atividade física tem que ser incorporada no dia a dia das pessoas, mas de forma gradual, no qual elas consigam visualizar os benefícios dessa prática", completa Gustavo.

AGACHAMENTO A FUNDO

No agachamento a fundo, Gustavo utiliza a cadeira para dar mais intensidade no exercício. A cadeira deve estar apoiada para não escorregar e atrapalhar a postura, além da utilização de um calçado que evite escorregamento.

Este exercício ajuda no fortalecimento dos membros inferiores, que trabalha o quadrícipes, o glúteo, entre outros. Fortalece a parte cardiovascular e ajuda no equilíbrio.

AUTOCORREÇÃO DA POSTURA DO CORPO

O exercício educativo postural trabalha o equilíbrio do corpo. E por isso ele "educa", pois faz com que a pessoa preste atenção no alinhamento do tronco, dos braços e das pernas, afim de promover uma autocorreção.

Este exercício pode ser estático, permanecendo na posição por um período ou dinâmico, em que se pode aproximar os membros esticados sem apoiar no chão. E essas posturas ajudam a fazer os ajustes em cada pessoa.

PARA A PARTE POSTERIOR DAS PERNAS

Neste exercício de alongamento para a parte posterior das pernas, Gustavo apoia uma das pernas na cadeira para maior conforto do tronco e do quadril, além de ajudar a aproximar os braços na perna que está esticada, como se fosse uma alavanca.

E caso não consiga alcançar as pontas dos pés, o uso de panos ou toalhas para auxiliar e fortalecer a flexibilidade, é bem-vindo.

Acompanhe mais dicas

Instagram: @ogustamegusta

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: