Jundiaí

Prefeitura de Jundiaí inicia Operação Estiagem com trabalho integrado


Divulgação
Trabalho integrado visa combater possíveis focos de queimadas, comuns em época de tempo seco
Crédito: Divulgação

Por meio da Defesa Civil, a Prefeitura de Jundiaí inicia a Operação Estiagem, uma ação voltada a minimizar problemas decorrentes desse período do ano, quando as chuvas diminuem e o clima fica mais seco. Como ressalta o coordenador da Defesa Civil de Jundiaí, o coronel João Osório Gimenez, são eles: as queimadas e os efeitos da baixa umidade relativa do ar. A Operação Estiagem segue até 30 de setembro.

Mais que combater, explica Gimenez, a proposta é prevenir. Por isso, um trabalho integrado entre diferentes órgãos teve início em meses anteriores. Em 14 de janeiro deste ano, foi publicado um decreto municipal com o Plano de Contingência de Estiagem no Município de Jundiaí, com diretrizes e procedimentos de caráter permanente para combater os problemas desse período. “Nosso foco é, sempre, a proteção da vida da população”, declara Gimenez.

Fazem parte dessa força-tarefa, além da Defesa Civil, o Corpo de Bombeiros, a RINEM (Rede Integrada de Emergência), Guarda Municipal, DAE, Fundação Antônio Antonieta Cintra Gordinho, Mata Ciliar, o Aeroporto Estadual Comandante Rolim Adolfo Amaro, além de diferentes unidades de gestão municipal, como Casa Civil, Infraestrutura e Serviços Públicos, Saúde, Mobilidade e Transporte, Agronegócio, Abastecimento e Turismo e Inovação e Relação com o Cidadão.

Ocorre nesta terça-feira (04), no período da manhã, uma reunião da Comissão Técnica Permanente, determinada a partir da Lei de Queimadas. Entre os assuntos abordados estão a diminuição do número de queimadas nos anos anteriores e os locais em que elas ocorreram.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: