Jundiaí

Em Jundiaí, 54% das declarações já foram entregues à Receita

NO PRAZO Faltando menos de um mês para o prazo de entrega, pouco mais da metade dos contribuintes realizou a declaração


ARQUIVO PESSOAL
Larissa Jéssica Neves Emídio já fez sua declaração para evitar problemas
Crédito: ARQUIVO PESSOAL

Com adiamento do prazo da entrega do Imposto de Renda para o dia 31 de maio, a delegacia da Receita Federal em Jundiaí já recebeu 121.675 das 210.531 declarações previstas para a Região, o que significa 57,8% de entregas. Só em Jundiaí, segundo dados da delegacia, foram entregues 54,71%, ou seja, 78.509 das 143.663 da previsão.

Segundo a regional, este número está dentro da média do estado, mas especialistas lembram da importância de não deixar para a última hora.

O contador José Carlos Rodrigues, diretor da PJC - Pró Jurídico Contabilidade, ressalta as vantagens de uma organização antecipada antes de realizar a declaração. "É algo simples, mas que exige paciência e atenção da pessoa para evitar erros de digitação e algumas omissões de números, devido à pressa. Também ajuda a não cair na malha fina porque o governo verifica os dados que a pessoas enviou e compara com os dados que eles possuem e, se houver erros, a pessoa pagará algum tipo de multa. Além disso, a entrega logo no início do prazo oferece aos contribuintes a possibilidade de receberem as suas restituições nos primeiros lotes, já que a sua declaração será imediatamente processada pela Receita Federal", comenta.

Para a contribuinte Larissa Jéssica Neves Emídio, proprietária de uma clínica de fisioterapia, se organizar para fazer a declaração o quanto antes ajuda a evitar futuros problemas e assim, resultando em menos dores de cabeça para esta época do ano. "Hoje em dia eu tenho ajuda de uma contadora e assim fica mais prático, pois preciso entregar uma declaração como pessoa física e como pessoa jurídica. Quando realizava sozinha tinha muitas dificuldades, sempre precisei da ajuda de alguém, principalmente do meu pai", relata.

As cidades que fazem parte da regional Jundiaí são Campo Limpo Paulista, Itupeva, Jarinu, Louveira, e Várzea Paulista.

DICAS

Segundo José Carlos Rodrigues, a melhor maneira de se começar o processo é sempre estar com a declaração do ano anterior em mãos. "Com calma, revise se os bens ali relacionados ainda continuam no seu patrimônio ou sofreram alteração, quer seja por venda ou alteração de valor de construção por exemplo. Confira se está de posse de todos extratos bancários de investimentos e saldos de conta corrente", orienta.

Outro ponto lembrado pelo contado é verificar sempre todas as fontes as quais recebeu rendimentos de salários, trabalho autônomo, alugueis, resgate de previdência privada, dentre outros.

"Verifique se o(s) filho(s) dependentes já tem o seu CPF, pois não é possível declarar dependentes sem este dado. Esteja com as informações sobre recebimento de herança ou doação e as informações decorrentes de partilha de bens por divórcio em mãos. E verifique os dados dos pagamentos de empréstimos, financiamento de veículos e imóveis", afirma.

ATRASOS

Quem atrasar a entrega do imposto terá de pagar multa de 1% sobre o imposto devido ao mês, com valor mínimo de R$ 165,74 e máximo de 20% do imposto devido. A Receita Federal espera receber mais de 32,6 milhões de declarações do IR 2021. Em 2020, foram entregues 31,980 milhões de declarações.

 Mais informações pelo telefone 4586-7630.


Notícias relevantes: