Jundiaí

Vizinhança devolve vida a praça

Mudanças deixaram o bairro diferente e seus moradores ficaram empolgados e satisfeitos


                ALEXANDRE MARTINS
Helena Coutinho, Orlando e Sali Figueiredo cuidam da praça com carinho
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

Uma pequena praça entre a rua Dino e a avenida Luiz Zorzetti, na Vila Joana, em Jundiaí, ganhou cores, flores e vida, deixando o bairro diferente e seus moradores satisfeitos, em especial aqueles que ajudaram a mudar o visual.

Helena Tavares Coutinho, de 72 anos, é a artista da região. Cabe a ela dar cor ao local, inclusive os postes próximos.

Aos 79 anos, Orlando Teixeira Figueiredo, faz a jardinagem e limpeza da praça. As plantas e flores são trazidas de muitas regiões do país.

A esposa de Orlando, Sali Cleusa Queiroz Figueiredo, costuma interagir com o espaço fazendo sacolinhas solidárias com mantimentos, para disponibilizar na praça. "Há anos a gente mora aqui e ele sempre mexe na praça, arruma para ter o prazer de ver bem cuidado. E o pessoal comenta que passou e viu a praça bonita", diz Sali ao se referir à dedicação do marido.

Orlando, que é vizinho da praça desde 1982, lembra como ela era. "Tinha só uma árvore e uma banca de jornal que fechou, o espaço ficou abandonado. Se não cuidar fica feia. Tem gente que traz cachorro para cá e suja tudo", conta ele sobre a presença constante de fezes de cachorro no local e também sobre o vandalismo cometido com roubos de fios de eletricidade e tampas e bueiros.

Helena diz que o trabalho de manutenção é constante. "Se não fosse o Orlando, a praça não estaria cuidada desse jeito. Eu mesma já tinha desistido. A última vez que pintei aqui, meu joelho ficou inflamado, mas se a gente não cuida, não tem quem cuide", conta.

Apesar de os moradores desconhecerem o nome da praça, justamente por não haver placas indicativas, a reportagem apurou que ela se chama Praça Tranquilo Tosetto, mas poderia se chamar Praça da Alegria, sugestão dos próprios moradores.

(Nathália Sousa)

 


Notícias relevantes: