Jundiaí

AUJ inicia campanhas do agasalho e abrigamentos

FRIO As cidades da Região já organizam doações de agasalhos e abrigo para pessoas em situação de rua


ARQUIVO JJ
Noites Frias atua pela primeira vez no ano com queda da temperatura
Crédito: ARQUIVO JJ

As cidades que fazem parte do Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ) se estruturam para oferecer serviços de acolhimento a pessoas em vulnerabilidade durante o período de temperaturas mais baixas.

Em Jundiaí, a Operação Noites Frias, serviço de busca ativa da população em situação de rua, foi realizada entre os dias 12 e 14 de maio, mas pode ser retomada nos próximos dias. Segundo a Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS), a operação em 2021 mantém sua formatação de acionamento em noites cuja previsão de temperatura seja inferior a 13°C.

Para os abordados que recusarem a ida ao abrigo, serão oferecidos cobertores e roupas, alimentação e kits de higiene.

Sempre que alguém identificar uma pessoa em situação de rua, pode orientá-la a buscar atendimento ou acionar ainda o SEAS pelo telefone (11) 98531-0146 (ou o 153 da Guarda Municipal após as 22h).

Já em casos de identificada intoxicação ou ocorrências mais graves, o SAMU poderá ser acionado pelo telefone 192.

No que se refere à Campanha de Inverno, o Fundo Social de Solidariedade de Jundiaí (Funss) informa que a iniciativa deverá ser lançada nos próximos dias. No entanto, a Campanha Permanente de Solidariedade, que ocorre o ano inteiro, também arrecada vestuário e calçados. Os itens devem ser entregues diretamente na sede do Fundo Social, localizado na avenida Dona Manoela Lacerda de Vergueiro, s/n, portão 3, na lateral do Parque da Uva. O telefone do local é o 4521-2762.

AUJ

Em Várzea Paulista, a prefeitura informa que a arrecadação de agasalhos ocorre neste momento por meio do Fundo Social de Solidariedade, localizado na rua Pedro Poloni, nº 36, ao lado da prefeitura. O Fundo atende pelos telefones 4596-9660 e 95049-2902.

Há duas semanas a Prefeitura de Várzea Paulista também intensificou, as abordagens sociais a pessoas em situação de rua para encaminhamento a entidades sociais acolhedoras, como o SOS Cristão.

Itupeva diz que também tem arrecadação permanente, mas a intensifica neste período mais frio, junto à campanha organizada pelo governo do estadual.

A Prefeitura de Itupeva também tem feito abordagem social junto à população em situação de rua, na qual oferta acolhimento por meio de convênio com outra cidade e oferece roupas e cobertores, caso solicitem.

As campanhas de arrecadação de agasalhos em Campo Limpo Paulista começa nos próximos dias. Há planejamento de ações de abrigo para pessoas em situação de rua no município.

Em Jarinu, há, desde a última segunda-feira, a arrecadação de agasalhos, mantas e cobertores para o projeto Cubra de Amor. A Campanha do Agasalho 2021, promovida pelo Fundo Social de Solidariedade, tem inicialmente dois pontos fixos de arrecadação. Uma na praça Francisco Alves de Siqueira Jr., 111, e Fundo Social de Solidariedade de Jarinu, na rua XV de Novembro, 53. As doações serão direcionadas aos assistidos pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social.

Cabreúva ainda não tem as caixas específicas de arrecadação da campanha do agasalho em pontos da cidade, mas o Fundo Social aceita doações de roupas desde o início do ano e tem levado as doações recebidas às casas das famílias em vulnerabilidade social. Cabreúva informa que não tem abrigo para pessoas em situação de rua.

Louveira informa que o Fundo Social iniciará na próxima segunda-feira (17) a Campanha do Agasalho, com nove pontos de coleta na cidade. A arrecadação segue até 3 de julho.

A Abordagem Social da cidade, realizada pela Organização da Sociedade Civil Reencontro em parceria com a Secretaria de Assistência Social, realizou nesta semana, de segunda a quinta, 18 atendimentos na cidade. Houve atenção às pessoas em situação de rua com a oferta do acolhimento institucional, tendo êxito com oito pessoas no período de 10 a 13 deste mês.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: