Jundiaí

Colsan de Jundiaí registra queda de 30% no estoque de sangue

Casos mais graves da covid-19 e de outras patologias precisam de doadores


Marcelo Camargo/Agência Brasil
O sangue tipo O - (negativo) é o mais difícil de manter em estoque
Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Sociedade Beneficente Coleta de Sangue (Colsan) apresentou oscilação no número de doadores e queda de 30% no estoque de sangue. Embora exista a redução das medidas restritivas, casos mais graves da covid-19 e de outras patologias precisam de doadores e o apelo da equipe médica é que os voluntários não deixem de doar sangue.

De acordo com Aúrea Denigres, gerente administrativa da Colsan, o tipo O - (negativo), considerado doador universal, ainda é o mais difícil de manter estoque no hemocentro. Já o tipo O (positivo) tem maior demanda, sendo a doação de ambos necessária.

Diante da segunda onda da covid-19, o aumento dos casos graves impactou também na utilização dos estoques da Colsan, que atualmente atende o Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ).

"No início da pandemia a utilização do estoque para casos do novo coronavírus era menor, mas agora devido aos quadros mais graves e os pacientes permanecerem por mais tempo internados, notou-se aumento no uso de sangue", diz Aúrea.

As campanhas de conscientização devem continuar e contam com a ajuda da divulgação da mídia. "Temos parcerias realizadas com empresas, igrejas, entidades e organizações não governamentais", afirma Aúrea.

VACINA

A Colsan incentiva a doação de sangue antes de receber a vacina contra a covid-19, devido ao período de espera entre a vacinação e a coleta. É importante ressaltar que as pessoas que receberam a CoronaVac devem esperar 48 horas para realizar a coleta.

As pessoas que receberam doses dos imunizantes da AstraZeneca ou Pfizer devem respeitar o intervalo de sete dias.

DOAÇÃO

Para realizar a coleta é necessário ter entre 16 e 69 anos, pesar acima de 50kg e estar em boas condições de saúde. As doações podem ser realizadas de segunda a sábado das 7h30 às 12h30. Nas três horas que antecedem a doação é necessário estar alimentado, evitando refeições pesadas e gordurosas, com documento de identidade com foto.

A alternativa implantada durante a pandemia para evitar aglomeração de pessoas é o agendamento da coleta por meio do aplicativo Colsan. Aqueles que marcarem a doação com antecedência terão prioridade.

A Colsan está localizada na rua 15 de novembro, número 1848, Vila Municipal. Mais informações pelo telefone (11) 4521-4025 ou pelo site https://www.colsan.org.br/site.

 


Notícias relevantes: