Jundiaí

Rede atacadista investe R$ 70 mi e gera 300 empregos


DIVULGAÇÃO
Representantes do grupo foram recebidos nesta quarta (19) no Paço Municipal
Crédito: DIVULGAÇÃO

O Grupo Pereira, detentor da rede Fort Atacadista, anuncia investimento de R$ 70 milhões em Jundiaí com a construção de um ponto de venda na região da Ponte São João. Representantes do grupo foram recebidos na manhã desta quarta (19) pelo prefeito Luiz Fernando Machado e gestores da administração municipal para a apresentação do projeto.

De acordo com o vice-presidente do grupo, João Pereira, a expansão da rede começa no estado de São Paulo por Jundiaí. "Identificamos uma cidade com qualidades e com gestão eficiente. Jundiaí será a primeira cidade paulista a ter uma unidade Fort Atacadista", detalha o executivo, que administra o negócio com 16 mil funcionários, 90 unidades em quatro estados além do Distrito Federal.

O gerente nacional de expansão do Grupo Pereira, Cristiano Caron, detalhou a unidade jundiaiense durante a reunião. "As obras serão iniciadas até agosto próximo e a inauguração será dará entre seis a oito meses após do início da construção. Ao todo, entre aquisição do terreno e construção, o investimento será de R$ 70 milhões. A unidade terá 12 mil metros quadrados de construção, sendo 6 mil de área de vendas. Será uma das maiores unidades da rede", completou o gerente, informando que serão gerados 300 empregos diretos e 200 indiretos.

BONS NEGÓCIOS

O prefeito Luiz Fernando Machado agradeceu o investimento. "Jundiaí é a sétima economia do Estado e 17ª do País, com renda média duas vezes maior do que a renda nacional e com atributos competitivos na atração de investimentos nacionais e internacionais. Melhorar o ambiente econômico, gerar emprego e renda são compromissos permanentes do governo", relata.

Para o gestor da UGGF, José Antonio Parimoschi, uma gestão eficiente pode ser medida pelo nível de atração de investimentos para a cidade. "Jundiaí tem administração austera, direcionada para a inovação e atrelada a resultados, além de estar alinhada com os Objetivos de Desenvolvimento Social (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU). Jundiaí está investindo na construção de um ecossistema de inovação que vai potencializar a vinda de novos negócios para o município, além de estimular o empreendedorismo local. Esse ciclo virtuoso traz empregos de boa qualidade e gera oportunidades e empregos para os jovens que estão ingressando no mercado de trabalho", explicou.

O gestor da UGDECT, Cristiano Lopes, ressaltou a importância da chegada de mais um empreendimento para a cidade. "Além do padrão econômico da cidade, Jundiaí oferece mão de obra qualificada que pode ser contratada pelos canais que a própria Prefeitura dispõe, a partir do Jundiaí Empreendedora e PAT", detalhou.

O encontro contou com a participação dos gestores das Unidades de Gestão (UGs) Governo e Finanças (UGGF), José Antonio Parimoschi, Casa Civil (UGCC), Gustavo Leopoldo Caserta Maryssael de Campos, Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (UGDECT), Cristiano Lopes, Planejamento Urbano e Meio Ambiente (UGPUMA) Sinésio Scarabello Filho, além de diretores das unidades.

(Da Redação)

 


Notícias relevantes: