Jundiaí

Motos antigas se tornam passatempo na pandemia

HOBBY Passeios pelas ruas de Jundiaí unem amizades e paixão por modelos de motos antigas


ARQUIVO PESSOAL
Fernando Schincariol é presidente do Fusca Clube e participa de grupo de motos
Crédito: ARQUIVO PESSOAL

A Família de Motos Antigas de Jundiaí é um grupo de 76 participantes unidos pela mesma paixão. Os membros se reúnem ocasionalmente para passeios de motos pelas ruas de Jundiaí, como o próximo que está por vir, marcado para este domingo (21).

O comerciante Jefferson Gomes Zarpellon, de 34 anos, é apaixonado por motos antigas, em especial os modelos vintage e não abre mão dos passeios. "Quando abri minha hamburgueria, comecei a ter contato com colecionadores de carros antigos e isso foi aumentando minha vontade de ter algum automóvel antigo também. Há um ano comprei minha moto CG 1981 e posso dizer que ela é um bom hobby para as horas vagas", explica.

A Família de Motos Antigas surgiu em outubro do ano passado com o intuito de unir os amantes de motos antigas. "Eu já conhecia alguns amigos com outros tipos de motos por isso surgiu a ideia de criar um novo grupo para abranger todos os modelos antigos. Hoje, o coletivo é composto por donos de motos RD, DT, RX, XL, JAWA, Lambretta e outras", conta.

Mesmo com a pandemia e as regras mais rígidas de distanciamento social, os passeios continuam, mas com atenção à segurança. "Nos momentos que saímos fazemos uso das medidas de segurança como máscara e álcool em gel. Cuidamos de nossas motos antigas como qualquer outro modelo, mas é importante ter um mecânico que entenda o funcionamento dela", orienta Jefferson.

PAIXÃO

Unir a paixão pelas motos com os carros antigos, fez com que o consultor de vendas Fernando Schincariol, de 40 anos, migrasse para o mundo das raridades. Além de participar da Família de Motos Antigas ele é presidente do Fusca Clube Jundiaí desde 2015. "O Clube é um núcleo da Federação de Veículos Antigos. Temos vários associados entre 18 e até 80 anos. O Fusca Clube é um patrimônio da cidade", afirma.

Entre a presidência do Fusca Clube e a participação na Família de Motos Antigas, Schincariol faz do hobby uma paixão que vem desde a infância.

"As motos antigas fizeram parte da minha vida quando criança. Eu eu meus amigos andávamos na rua de casa em busca de diversão. Agora, devido à quarentena, procuramos fazer passeios curtos de moto, pelos locais mais arejados e sempre nas fases do Plano SP que não estão com os estabelecimentos fechados. Não fazemos aglomeração, mantemos os protocolos de segurança e cada um segue na sua moto", diz o consultor.

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: