Jundiaí

Semana do Brincar: "casinhas de Infância" espalhadas na cidade são um convite à brincadeira


Divulgação
Nathália, Sônia e Anthony aproveitaram para brincar no Mundo das Crianças
Crédito: Divulgação

Como parte da programação da Semana do Brincar, que vai até o próximo domingo (30), a Prefeitura montou em alguns pontos da cidade as chamadas “Casinhas de Infância”. Posicionadas em locais como o Paço Municipal, o Mundo das Crianças, jardins do Museu Histórico e Cultural – Solar do Barão e no Complexo Argos, as casinhas foram pensadas para o incentivo à brincadeira das crianças e também dos adultos.

Compostas de recipientes, instrumentos, utensílios diversos e elementos da natureza, como terra, folhas, sementes e frutos, as “casinhas” foram pensadas pelo Grupo de Trabalho Criança na Cidade da Prefeitura e montadas pelo Centro Internacional de Estudos, Memórias e Pesquisas da Infância (Ciempi), órgão vinculado ao Núcleo de estudos de Políticas Públicas (NEPP) da Unicamp.

“O Ciempi é mais uma iniciativa do programa Escola Inovadora e integra entre os seus objetivos a formação permanente, os estudos da Educação na cidade e as pesquisas relacionadas à Primeiríssima Infância. As “Casinhas de Infância” foram pensadas como uma surpresa, nesta semana em que comemoramos a importância do brincar, não só para as crianças, mas também para que os adultos também possam fazer um resgate à sua Infância”, explica a gestora da gestora da UGE, Vastí Ferrari Marques.

O gestor da Unidade de Gestão de Cultura (UGC), Marcelo Peroni, um dos articuladores da Prefeitura sobre políticas para a Infância, ressalta a importância da programação. “Brincar é algo levado muito a sério pela Prefeitura e a programação desta Semana vai ao encontro de outras iniciativas já estabelecidas, como o Pé de Infância. Isso passa pelo estímulo ao brincar, cantar, contar histórias e transmitir tradições de uma geração para a outra. Quem se deparar com uma dessas ‘casinhas’ deve não só brincar com elas, como também reproduzir em casa as suas brincadeiras”.

Moradora de São Paulo, a engenheira civil Nathália Navarro veio a Jundiaí tarde desta segunda-feira (24) com o filho Anthony, de seis anos, e a mãe Sônia, e conheceu o Mundo das Crianças. “Em uma única instalação, são trabalhadas questões como motricidade, coordenação, texturas e, acima de tudo, criatividade, pois a criança cria uma narrativa enquanto brinca. Jundiaí está de parabéns. Opções como esta nem a capital oferece, ainda mais gratuita”.

Já nos jardins do Solar do Barão, a Beatriz Guarda, de sete anos e estudante da Emeb Antonio Giaretta, também pôde brincar com a casinha, acompanhada da mãe, a manicure Claudineia. “Em casa estão proibidos celulares e tablets. E aqui estão reproduzidas situações como as que ensino a eles em casa. Tanto a Beatriz quanto o Thiago, meu outro filho, de quatro anos, participam da hora de cozinhar, e assim aprendem os nomes das frutas, verduras e legumes, e quais são as medidas de segurança que devem ter na cozinha”, explica.

 


Notícias relevantes: