Jundiaí

Em oito abordagens, 524 acolhimentos a abrigos realizados

Quando identificado o interesse, é estabelecido contato com familiares e responsáveis


DIVULGAÇÃO
Abordagem é feita pelos profissionais da UGADs, que sugerem acolhimento à população em situação de rua
Crédito: DIVULGAÇÃO

A Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS) já colocou em prática a 'Operação Noites Frias' que acontece quando as temperaturas para o período noturno são inferiores a 13°C. Este ano já foram realizadas oito intervenções com 524 acolhimentos em pessoas em situação de rua.

Durante a abordagem, quando identificado o interesse, é estabelecido contato com familiares e responsáveis. Só este ano mais de 110 recâmbios para os municípios de origem foram realizados.

De acordo com a previsão, a operação segue nesta semana, pelo menos até nesta quarta (26), com reavaliação periódica de necessidade de prorrogação. Durante as noites de operação, o serviço de busca ativa da população em situação de rua, realizado diariamente pelas equipes do Centro Pop e do Serviço Especializado de Abordagem Social (SEAS), ganha reforço de duas equipes, com servidores da UGADS, para aumentar as abordagens pelos locais com maior concentração, entre as 18h e 22h, e destinação ao abrigamento.

Por conta da pandemia, os protocolos sanitários da operação, desde a oferta de pernoite (com oferta de quartos separados para sintomáticos) até o manejo da oferta de alimentação, seguem as orientações do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC) da Prefeitura.

Durante as buscas ativas nos locais com maiores concentrações, as equipes fazem a triagem dos atendidos e oferecem pernoite em quatro locações das Organizações da Sociedade Civil (OSC), SOS, CTEC e Casa Santa Marta, parceiras da Prefeitura. Além das 100 vagas de pernoites regularmente compradas pela Prefeitura, nas modalidades abrigo, casa de passagem e república, são acrescidas 50% de vagas, sem ônus para os cofres públicos.

ABRIGAMENTO

Para os abordados que recusam abrigamento, além da aplicação de formulário para mapeamento, serão oferecidos cobertores e roupas para proteção do frio, alimentação e kits de higiene. Toda vez que algum munícipe identificar uma pessoa em situação de rua poderá sugerir que ele procure o Centro Pop, que é a porta de entrada para o atendimento a essa população e seu encaminhamento para os outros serviços da rede socioassistencial, localizado na rua Marechal Deodoro da Fonseca, 504, Centro, telefone: (11) 4589-6361.

O SEAS também pode ser acionado, pelo telefone: (11) 98531-0146, até as 22h. A partir desse horário, a indicação é pelo acionamento da Guarda Municipal de Jundiaí (GMJ), pelo telefone 153, que é também o contato indicado para casos em que houver riscos à segurança. Já em casos de identificada intoxicação ou ocorrências mais graves, o SAMU poderá ser acionado pelo telefone 192. 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: