Jundiaí

Total Express anuncia centro logístico em Jundiaí e potencial de geração de até 1000 empregos

Implantação de um centro logístico da empresa no Distrito Industrial e a geração de até mil empregos diretos


Divulgação
Reunião foi realizada na manhã desta quinta-feira (27), no Paço Municipal; empresa tem potencial de geração de 1 mil empregos
Crédito: Divulgação

Representantes da empresa Total Express participaram, na manhã desta quinta-feira (27), de uma reunião com o prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, acompanhado de gestores no Paço Municipal. Na ocasião, o presidente da empresa, Felipe Lima, anunciou a implantação de um centro logístico da empresa em um galpão no Distrito Industrial e a geração de até mil empregos diretos até o fim de 2022.

“A região onde se encontra Jundiaí é uma referência logística para nós. Aqui será um hub logístico para o Brasil”, afirma Felipe. “A cidade oferece ótima estrutura e essa nossa primeira conversa com o prefeito e sua equipe foi excelente.”

“Jundiaí tem metas permanentes de atração de empresas e de melhoria do ambiente econômico da cidade. E cada emprego conquistado para nossa cidade é motivo de meta atingida e de felicidade para nós”, explicou Luiz Fernando. “Cidade boa é a cidade que gera emprego e renda para as pessoas que vivem aqui e ainda ajuda no crescimento do nosso PIB (tudo o que é produzido aqui). Enquanto poder público, fazemos todos os esforços para que mais empresas se instalem em nosso município.”

A Total Express já faz aproximadamente 350 mil entregas de produtos por dia, de diferentes empresas. A unidade logística de Jundiaí, segundo Felipe, será a maior em tamanho e capacidade e deve ser inaugurada até setembro, atendendo as vendas de importantes datas comemorativas e promoções de fim de ano.

“Jundiaí é um dos principais pontos estratégicos para logística no Brasil. Somos servidos pelo melhor sistema de rodovias do país e estamos próximos de portos e aeroportos. Em breve o nosso aeroporto Comandante Rolim Amaro se transformará num hub da aviação executiva nacional. Além disso, temos aqui fatores atrativos para as empresas do ramo de logística, pois estamos localizados entre os dois maiores mercados consumidores do país: São Paulo capital e Campinas, que é a porta de entrada do interior”, observou o gestor de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi. “Além disso, apoiar a geração de empregos neste momento de crise é nossa obsessão, aqui no governo municipal”.

“A chegada de mais uma empresa e a geração de mais empregos são motivos de comemoração para nós e demonstra a pujança da economia da nossa cidade”, declarou o vice-prefeito de Jundiaí, Gustavo Martinelli.

O diretor do Departamento de Fomento à Indústria, Gilson Pichioli, lembrou que Jundiaí segue crescendo mesmo em meio à pandemia do coronavírus. “Números provam isso”, observou. “Dados de abril do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) mostram que a geração de empregos em Jundiaí, entre todos os contratados e demitidos, teve um saldo positivo de 633 admissões. E neste ano nosso saldo também é positivo, com 3.569 admissões.”

Também estiveram presentes na reunião representantes da empresa Golgi Galpões, que locam o espaço para a Total Express.


Notícias relevantes: