Jundiaí

AUJ registra aumento gradual na ocupação de leitos para covid

UTI E ENFERMARIA Em Jundiaí, segundo boletim epidemiológico, a taxa de ocupação dos leitos públicos de UTI e dos privados chega a 84%


ARQUIVO JJ
As cidades do AUJ chegaram a uma média de 50% de ocupação dos leitos
Crédito: ARQUIVO JJ

A ocupação de leitos cresceu no país, sendo registrado mais de 90% em nove capitais. No Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ), a situação também preocupa autoridades de saúde com o crescimento a cada semana. Só em Jundiaí, segundo boletim epidemiológico, a taxa de ocupação dos leitos públicos de UTI e dos leitos privados chegou a 84%.

Na última semana, o Hospital São Vicente registrou 87 internações por covid-19, o que é semelhante ao pior momento da pandemia no ano passado, em sua primeira onda. "Isso significa que o platô no qual estamos agora, depois da segunda onda, já se iguala ao máximo da primeira, o que é muito preocupante", declarou Tiago Texera, gestor de Saúde.

Atualmente, o Hospital São Vicente tem 164 leitos destinados ao tratamento de pacientes covid-19. No pico da segunda onda, entre março e abril, a cidade chegou a ter 272 leitos ocupados, incluindo fora do hospital, como na UPA do Vetor Oeste. "Precisamos lembrar que as outras doenças não pararam, que o sistema tem seu limite. Nenhum sistema de Saúde no mundo suporta um volume muito grande de internações em um curto período de tempo", afirma Texera.

NO AUJ

Segundo a Prefeitura de Campo Limpo Paulista, dos 50 leitos de enfermaria exclusivos para covid-19, 28 estão ocupados (56%) e dos 10 leitos de UTI disponíveis, 7 estão ocupados (70%).

Esta UTI também funciona em parceria com as cidades de Várzea Paulista e Jarinu. Como não há fila de espera no município, ainda não há planos de ampliação.

A Prefeitura de Várzea Paulista triplicou, na última quinta-feira (18), o número de leitos da ala específica para covid-19 do Hospital Municipal Dr. Alcípio da Silva Oliveira Junior, de sete para 21. A prefeitura informou que a ocupação de leitos de enfermaria da covid-19 tem se mantido estável na cidade, dos 21 leitos disponíveis, apenas 4 seguem ocupados.

Até a última quarta-feira (26), foram vacinados em Várzea Paulista, 18.436 pessoas (primeira dose) e 9.062 pessoas (segunda dose). O município está em busca de novos leitos de UTI para os varzinos. Há uma ação em andamento para um convênio da Prefeitura de Várzea Paulista com Campo Limpo Paulista e Jarinu para a criação de 10 leitos de UTI no Hospital Municipal de Campo Limpo Paulista, exclusivos para as três cidades.

Jarinu informou que não conta com leitos de covid-19, apenas leitos clínicos na Unidade Mista de Saúde e não há pacientes aguardando transferência para leitos, tanto para enfermaria quanto para UTI. Até o momento foram vacinados com a 1ª dose 5.900 munícipes (19% da população) e receberam a 2ª dose 3.126 pessoas (10% da população).

Em Cabreúva, o boletim epidemiológico é disponibilizado nas segundas, quartas e sextas-feiras. Segundo o boletim da última quarta (26), o município possui 33% de ocupação dos leitos de enfermaria.

Até o momento foram registrados 4.544 casos confirmados, 91 óbitos, 12.801 vacinados com a primeira dose e 11.073 vacinados com a segunda dose. Cabreúva não possui leitos de UTI.

Segundo a Prefeitura de Louveira, a UTI da Santa Casa de Louveira alcançou ontem (27) cerca de 90% de ocupação. Dos 16 leitos, 14 estão ocupados.

A ocupação do Hospital de Campanha está em 71%, no qual possui 21 leito e a cidade não possui hospitais particulares. No período de um mês, houve um aumento de 21,5% de ocupação dos leitos de UTI.

Também está em andamento um projeto para a criação de uma nova ala no Hospital de Campanha, com 29 novos leitos de enfermaria. No município, foram aplicadas até ontem (27), 10.738 doses da vacina, totalizando 7.065 pessoas imunizadas com a primeira dose e 3.673 com a segunda dose.

A cidade de Itupeva conta com o Hospital Municipal Nossa Senhora Aparecida, que possui 60% de ocupação no leitos de UTI e 39% de enfermaria. Ao todo, o município conta com 10 leitos de UTI (6 ocupados) e com 18 de enfermaria (7 ocupados). Na última semana, a taxa chegou a 100% de ocupação nos leitos de UTI.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: