Jundiaí

Em Jundiaí, 143 mil declarações do IR são enviadas à Receita Federal

O contribuinte que perdeu o prazo deve reunir os documentos para evitar mais multas


ALEXANDRE MARTINS
O contribuinte deverá reunir os documentos para evitar mais multas
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

O prazo para declarar o imposto de renda terminou nesta terça-feira com 139.967 das 143.663 declarações esperadas em Jundiaí, o que significa 97,4% do total esperado.

Os dados foram atualizados no dia 30 de maio pelo delegado-adjunto da Receita Federal, Frederico José Chagas Pessoa de Mello.

O contribuinte que perdeu o prazo deverá reunir os documentos para evitar mais multas. De acordo com o contador José Carlos Rodrigues, diretor da PJC - Pró Jurídico Contabilidade, quem perdeu o prazo deverá entregar ainda no mês de junho para evitar multas.

"Quem perder o prazo deverá correr atrás do seus documentos pendentes o quanto antes para pagar menos multa", afirma José Carlos.

A multa será de R$ 165,74, e o valor é ainda maior para quem tem impostos para pagar. Neste caso, a cobrança será de 1% ao mês sobre o valor em débito com a Receita Federal, podendo alcançar o teto de 20%.

Já o contribuinte com direito à restituição ficará com o valor bloqueado até que a multa seja paga e a pendência esteja resolvida com uma declaração de retificação. Mesmo que o contribuinte não tenha todos os documentos e recibos em mãos, consultores tributários aconselham fazer a declaração de forma incompleta apenas para fugir da multa por entregar fora do prazo.

Além dos valores da multa, quem não cumprir com os prazos estabelecidos pela Receita Federal, poderá ter problemas maiores. "Os cidadãos que não mantêm sua vida fiscal atualizada, poderão ter problemas como não conseguir participar de concursos públicos, abrir contas no banco e fazer partilhas de bens", afirma o contador.

(Luana Nascimbene)

 


Notícias relevantes: