Jundiaí

Elas assumiram os fios brancos naturais, sem medo das críticas


ARQUIVO PESSOAL
Isabel Almeida aderiu ao grisalho e diz ter feito a melhor escolha
Crédito: ARQUIVO PESSOAL

Cada vez mais, homens e mulheres estão assumindo os grisalhos e deixando os cabelos envelhecerem de forma natural. Em especial na pandemia, mulheres que sempre tiverem vontade de aderir aos fios brancos encontraram a oportunidade no isolamento social para abandonar a coloração.

Os fios brancos podem aparecer em qualquer idade, e a transição para o grisalho é o desejo de muitas mulheres em algum momento da vida. Isabel Cristina Parilha de Almeida, de 54 anos, afirma que sempre teve vontade de assumir o grisalho e aproveitou o isolamento da pandemia para fazer a transição.

"Aos 16 anos já tinha fios brancos e sempre tive como meta assumir meus fios brancos em algum momento da minha vida, desde sempre acho elegante, moderno e quis isso para mim. E agora consegui", afirma Isabel.

Há quem diga que cabelos brancos são apenas sinônimo de envelhecimento e, por isso, muitas pessoas que decidem passar por essa transição acabam sofrendo com críticas. "No começo da transição escutava algumas críticas, dizendo que sou muito nova para assumir os fios brancos e que iria envelhecer. Porém, o processo está sendo libertador e minha melhor escolha", diz Isabel Almeida.

Da mesma forma, a professora de Yoga Ana Pasqual, de 58 anos, relata que também não se importa com as críticas que recebe por assumir os fios brancos. "Muitos me sugerem para pintar o cabelo para parecer mais jovem e, sinceramente, eu levei tanto tempo para chegar até aqui, então, por que agora iria querer voltar atrás? Estou vivendo o melhor momento da minha vida, com muitas realizações", afirma Ana.

Ana Pasqual tem os cabelos grisalhos há dez anos e, apesar de ser algo que sempre desejou, a transformação não aconteceu somente na aparência, mas, também, na forma de se enxergar. "Já era algo que eu queria, então acredito que eu me achei mais bonita grisalha do que com a tintura. Fiquei muito feliz quando cortei as últimas pontas que tinham tinta, me olhei no espelho e me achei linda", diz a professora de Yoga.

Assim como todos os tipos de cabelos, os grisalhos exigem cuidados específicos. "Eu uso um bom shampoo, estilizo o cabelo com pomadas e gosto da modernidade de usar acessórios" afirma Ana Pasqual.

DICAS

A procura por cuidados com os grisalhos tem sido alta em alguns salões de Jundiaí, principalmente neste momento de pandemia. A cabeleireira Paula Pastre, que possuí salão no bairro da Chácara Urbana, relata que os fios brancos precisam de mais hidratação. "A tendência é que os fios fiquem mais secos e opacos, por isso, hidratações e tratamentos de brilho são essenciais", afirma.

Já o cabeleireiro Amarildo Garcia, que possui um salão no Vianelo, diz que existem especificações para cada tipo de cabelo grisalho. " O cabelo branco perde a melanina, sendo assim é importante analisar qual a coloração do cabelo. Por exemplo, o cabelo preto tende a ficar com tons mais cinzas, porém quando o cabelo é castanho pode ser que fique amarelado", afirma.

A cabeleireira Leonice Maria Maia, da Vila Virginia, ressalta a importância de utilizar shampoos e máscaras de hidratação regularmente, de acordo com a necessidade de cada cabelo. "Produtos com indicação para anti-amarelamento devem ser usados semanalmente. Também, deve-se atentar a exposição dos fios ao sol, protegendo o cabelo com produtos específicos para isso, e procurar sempre a ajuda de um profissional", ensina.

(Geovana Arruda)


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: