Jundiaí

Nomeada comissão que ajudará na construção de hospital


DIVULGAÇAO
A comissão terá 40 dias para apresentar os primeiros relatórios
Crédito: DIVULGAÇAO

Com o objetivo de definir e viabilizar a construção do novo hospital em Várzea Paulista, o prefeito Rodolfo Wilson Rodrigues Braga nomeou na manhã desta quarta-feira (16) uma comissão formada por técnicos e médicos.

O grupo deverá, em um prazo de 40 dias, definir o local para a construção do empreendimento, assim como empregar, ao longo dos trabalhos, conhecimentos das rotinas e necessidades de um hospital.

A comissão será responsável por garantir que todos os detalhes da obra estejam de acordo com suas utilidades e funcionalidades no dia a dia quando este estiver em funcionamento. "A construção de um novo hospital é o maior desafio da nossa cidade e isso representa muito mais que simplesmente erguer um prédio. Representa, de fato, uma nova era para o sistema público de Saúde no município de Várzea Paulista, deixando", afirma o prefeito.

Logo após a nomeação dos integrantes da comissão, o prefeito ressaltou a capacidade técnica dos membros e pediu que o trabalho seja realizado com compromisso, responsabilidade e dedicação. O local escolhido deve considerar a legalidade, mobilidade e viabilidade financeira e de construção.

"O local deve contemplar as necessidades logísticas da população, mas também estar regularizado e apresentar viabilidade financeira e possibilidade de realizar o melhor projeto possível. Minha preocupação é fazer um hospital que contemple totalmente o que a população precisa e deseja", espera.

INTEGRANTES

A comissão é formada por alguns gestores municipais, entre eles, João Paulo Souza (Casa Civil); Josué Vieira Santana (Obras); André Oliveira (Saúde); Carla Medeiros (Planejamento e Inovação); Flor Gaino (Assuntos Jurídicos); e Rodrigo Ribeiro (Gestão Pública).

Também fará parte da equipe o assessor especial para Saúde, o médico Felipe Carvalho, o gestor executivo de administração da Saúde, Fernando Collange, o diretor de Convênios, Felipe Vilela, o assessor especial e arquiteto e urbanista, Frederick Merten e dos médicos Lucimara Bergantom e Álvaro Abreu.

Lucimara Bergantom é formada pela Faculdade de Medicina de Jundiaí tendo atuado por 18 anos no Hospital Pitangueiras, sendo os últimos oito anos, como diretora clínica. Trabalhou por 16 anos na UTI Neonatal da Sobam e do Hospital Paulo Sacramento e por seis anos no Hospital São Luiz, em São Paulo, além de ter atuado na Prefeitura de Jundiaí.

Já Álvaro Abreu é formado pela Universidade Federal Fluminense tendo atuado na pediatria do Centro Médico de Campinas e na Prefeitura de Jundiaí, sendo também auditor da UAC da Prefeitura de Várzea Paulista em 1998 e atualmente é membro do conselho técnico da Unimed Jundiaí. Além disso, trabalha como pediatra em consultório particular.

(Da Redação)


Notícias relevantes: