Jundiaí

Mais da metade da população do AUJ precisa ser vacinada

Na Região, 11% da população teve a imunização contra a covid concluída, com duas doses


Divulgação
Jundiaí é a cidade com mais porcentagem de população vacinada
Crédito: Divulgação

No Aglomerado Urbano Jundiaí (AUJ), 11% da população teve a imunização contra a covid-19 concluída até o momento, ou seja, tomou primeira e segunda doses. Além disso, 27,3% dos cidadãos da Região tomou ao menos a primeira dose. Contudo, a vacinação ainda avança lentamente e, para atingir a imunidade de rebanho, o AUJ precisará vacinar mais da metade da população.

Segundo pesquisa do Instituto Butantan, na cidade de Serrana, na região de Ribeirão Preto, a imunidade de rebanho foi atingida com 75% da população vacinada. Estima-se que seja alcançada com entre 60% e 80% da população 100% imunizada, o que demonstra que a segurança sanitária ainda está distante no AUJ.

RANKING

Jundiaí é o município que mais vacinou até agora. Segundo o Vacinômetro do governo estadual, 33,2% da população tomou a primeira dose e 13,3% as duas. Em segundo lugar, Jarinu aplicou a primeira dose em 25,9% da população e completou a imunização em 11,1% dos residentes no município. Em seguida vem Campo Limpo Paulista, que vacinou 24,5% da população com ma dose e 9,8% com duas.

Já os municípios de Louveira, Itupeva, Várzea Paulista e Cabreúva têm índices semelhantes. Louveira aplicou uma dose em 21,5% da população e completou a vacinação em 7,8%. Itupeva vacinou 21,2% com primeira dose e 7,7% com as duas. Várzea Paulista aplicou primeira dose em 18,8% da população e segunda dose em 7,9%. Já Cabreúva foi o município que menos aplicou primeiras doses até o momento, 18,6%, e concluiu a imunização em 8,5% dos residentes.

Esclarecendo o baixo índice, a Prefeitura de Cabreúva informa que, "nos últimos dez dias, a Vigilância em Saúde recebeu uma quantidade significativa de vacinas, diante da antecipação das faixas etárias para a imunização. O município enfrentou problemas com o contingente de funcionários da saúde, mas efetuou a contratação de enfermeiros e técnicos nos últimos dias."

A prefeitura de Várzea Paulista, segunda cidade com menos aplicações de primeira dose, "esclarece que a vacinação tem ocorrido com a quantidade máxima de funcionários, mas que a população é majoritariamente jovem e o município aguarda que a procura pela vacina aumente nesta fase da campanha."

 


Notícias relevantes: