Jundiaí

Chegada de frente fria piora sintomas alérgicos

BAIXAS TEMPERATURAS Para amenizar as consequências do tempo seco, a hidratação é essencial


ARQUIVO PESSOAL
Jayne Castelani tem rinite e sinusite, por isso faz uso de medicação
Crédito: ARQUIVO PESSOAL

Com a umidade relativa do ar abaixo dos 30% em Jundiaí e há 23 dias sem chuvas, os problemas respiratórios e alérgicos têm afetado a população, em especial as crianças. Apesar da previsão do tempo indicar queda nas temperaturas para o final de semana e chuvas isoladas, o tempo seco deve permanecer, o que reforça a importância da hidratação.

Segundo o pneumologista do Hospital São Vicente de Paulo, Eduardo Leme, quando as temperaturas estão baixas, há um aumento nos poluentes ressacando as vias respiratórias. "Durante o frio e nos dias mais secos, a poluição do ambiente resseca as vias respiratórias deixando-as mais sensíveis à entrada de vírus e bactérias, agravando os problemas respiratórios e as crises de rinite e bronquite, além de ficar mais suscetível à gripe", afirma o especialista.

Nestes casos é fundamental a ingestão de água e se manter hidratado ao longo do dia. Quem pode deve usar medicamentos que amenizam as alergias, como o soro fisiológico.

"O uso do soro fisiológico é importante, pois ele tira o desconforto do nariz ressecado e ajuda na hidratação das vias nasais, mas deve ser usado sem excessos".

CRISES

Para a jovem Jayne Nunes Castelani, de 19 anos, as crises de rinite e sinusite acontecem sempre quando as temperaturas estão mais baixas. "Me sinto muito indisposta com as crises. Tenho muita tosse, dor de cabeça e nariz congestionado", afirma.

O uso de antialérgico é bem comum neste período do ano. "Eu também faço uso de soro fisiológico e spray nasal recomendado pelo médico, para amenizar as crises alérgicas", explica.

Acostumada com os problemas de saúde que surgem com a chegada das baixas temperaturas, Jayne já sabe como se cuidar em casa. "Eu mesma sei o que fazer para melhorar, mas já houve episódios graves em que precisei ir para o hospital para ser medicada", diz.

TEMPO E CUIDADOS

Segundo boletim meteorológico da Defesa Civil de Jundiaí, neste domingo (18), o interior paulista pode registrar chuvas fracas isoladas.

Não existe previsão de acumulados elevados, porém a umidade relativa do ar volta a subir.

Na segunda-feira (19) e terça-feira (20), os destaques serão as temperaturas mínimas, por conta da massa de ar polar. A Defesa Civil acrescenta que na última quinta-feira (15), às 16h, a umidade relativa do ar atingiu os 28%, índice preocupante.

Até o momento, a cidade não registrou chuvas este mês. Durante todo o mês de junho, a cidade registrou 29 milímetros de chuva, enquanto a média do mês nos últimos nove anos é de 58 milímetros.

É importante que a população siga algumas recomendações da Defesa Civil para minimizar os efeitos da baixa umidade do ar, como cortar a prática de exercícios físicos das 11h às 17h, além de ficar em áreas vegetadas, protegido do sol.

Para melhorar a umidade dos ambientes, o uso de vaporizadores e toalhas molhadas são boas alternativas, além de ingerir bastante água.

A Defesa Civil também alerta que é importante lavar as mãos com frequência e evitar colocá-las na boca ou nariz, além de aplicar soro fisiológico no nariz e nos olhos para evitar o ressecamento.

DICAS

O pneumologista Eduardo Leme afirma que até os hábitos mais simples podem ser essenciais para amenizar a sensação de ressecamento das narinas, como manter os locais mais arejados e com entrada do sol ou até deixar toalhas úmidas ao lado da cama na hora de dormir para garantir o ambiente menos seco.

Os cuidados devem ser seguidos por todos, mas o médico alerta sobre as prevenções para crianças e idosos que são mais sensíveis às infecções. "A atenção em relação às crianças e idosos deve ser redobrada, por isso é importante que eles estejam imunizados com a vacina da gripe e a vacina pneumocócica, recomendada para crianças de 2 meses aos 5 anos de idade e idosos a partir de 60 anos, essa é a melhor forma de prevenção", afirma.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: