Jundiaí

Poncã e folhas verdes são os destaques nos dias frios

EM PLENO INVERNO Com alta qualidade nas safras de frutas e verduras, produtores se preparam para os próximos meses


ARQUIVO JJ
Thiago Mingotte colheu cerca de 35 mil caixas de poncã em julho
Crédito: ARQUIVO JJ

Com foco nas frutas e hortaliças para os dias mais frios, produtores da região de Jundiaí têm safras de qualidade e grandes quantidades, porém com venda razoável. Frutas como a poncã e verduras como couve-flor, couve, espinafre, alho-poró e brócolis, tiveram aumento na produção.

Segundo adianta o presidente da Associação Agrícola de Jundiaí (AAJ), Renê Tomasetto, algumas frutas estão no fim da safra e os produtores se preparam para as podas de agosto e setembro. "Estamos no fim da safra do caqui, da poncã, do morango e também finalizando a poda do meio da uva. Agora, os produtores se preparam para fazer o tratamento de inverno para a poda dos meses de agosto e setembro", afirma Tomasetto.

As baixas temperaturas do inverno deste ano favoreceram também o crescimento das folhosas verdes e algumas verduras, porém o consumo diminuiu. "Estamos em uma época boa para produção de hortaliças que ficam com qualidade excelente, porém o consumo cai muito devido ao inverno. As verduras que estão com boa safra são principalmente a couve-flor e a couve 'para feijoada'", completa o presidente.

FRUTAS

O produtor Thiago Gabriel Mingotte, de 37 anos, relata que esse ano a safra da poncã fez sucesso, tanto na quantidade dos frutos quanto nas vendas. A safra é no bairro da Toca.

"A safra desse ano foi muito boa em relação a quantidade e qualidade da fruta e também nas vendas. Colhi cerca de 35 mil caixas", afirma Mingotte.

Esse tipo de tangerina se desenvolve bem em climas amenos. Atualmente, Thiago possuí cerca de 30 mil pés plantados da fruta em sua plantação e diz que houve aumento na produção em relação ao ano anterior.

"Houve aumento na produção e nas vendas em relação ao ano passado, vendemos a caixa de 18 quilos por uma média de R$ 25", diz o agricultor.

HORTALIÇAS

Na produção da agricultora Maria Teresa Staeheli, de 53 anos, o espinafre e o alho-poró ganharam a atenção de quem deseja usá-los em preparos culinários do dia a dia, porém as fortes chuvas de granizo atrasaram a produção.

"Esse ano a produção está mais difícil pois a chuva de granizos danificou as hortas e o frio está mais intenso, o que atrasou a produção. A procura aumentou nessa época do ano devido ao frio, as pessoas estão procurando verduras que possam utilizar em sopas, caldos ou fazerem refogados", afirma Maria Teresa com sua safra no Medeiros.

Em contrapartida, o inverno também pode ajudar algumas hortaliças a se desenvolverem com maior qualidade, principalmente em relação ao crescimento sem doenças e pragas.

O produtor Paulo Henrique Loschi, de 25 anos, relata que a produção das hortaliças no bairro dos Fernandes se manteve estável, pois em seu bairro não houve geada que pudesse afetar a safra. "Nessa época do ano está boa a minha safra de verduras, pois aqui no bairro dos Fernandes não houve geada. A alface é a campeã em produção, porém em vendas o que esta saindo mais são as couve-flor,com preço de R$ 5 e brócolis, á R$ 6", relata Loschi.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: