Jundiaí

Obras de implantação dispõem de R$ 102,6 mi

RODOVIAS Interligações de vias para facilitar mobilidade causam bloqueios em acessos às rodovias


Divulgação
Obra na Anhanguera bloqueia acesso à Vila Comercial pelo viaduto
Crédito: Divulgação

As concessionárias CCR Autoban e a Rota das Bandeiras iniciaram obras de implantação de novas vias marginais em Jundiaí divididas em segmentos. Os investimentos chegam a R$ 102,6 milhões com prazo para o término total em maio de 2022.

Os trechos incluídos nas interligações realizadas pela CCR Autoban, responsável pelas rodovias Anhanguera e Bandeirantes, estão localizados na região do 12º Grupo de Artilharia de Campanha (12º GAC) e avenida 14 de Dezembro, entre os quilômetros 52 890 e 53 800.

O segundo no trecho da Via Anhanguera que corta os bairros Vila Maringá, Vila Comercial e Vila Rami, entre os quilômetros 54 300 e 55 060; o terceiro próximo à rua União, entre os quilômetros 55 300 e 56 180. Ambas custarão R$ 22,6 milhões.

Segundo o gerente de obras da CCR Autoban, Felipe Lellis Andrade, as novas pistas contarão com duas faixas de rolamento para interligar a marginal já existente neste trecho da Via Anhanguera, contribuindo para melhorar o conforto e a fluidez da SP 330 nesta região, aumentar a segurança dos motoristas, além de permitir a distribuição do tráfego de longa e curta distância.

O foco das obras nas proximidades da Vila Comercial é prolongar a passarela principal para facilitar a mobilidade dos motoristas. Em razão disto, a concessionária interditou o ponto de ônibus da rua Arapongas e precisou bloquear o acesso do bairro pelo viaduto deixando alguns moradores inquietos.

O barbeiro e morador da Vila Comercial, Lourival Nascimento, de 40 anos, afirma que as obras atrapalharam o acesso ao bairro, diminuindo a população da região e desfavorecendo os comércios locais.

"Tem várias pessoas que trabalham na Vila Rami que ao retornar ao bairro precisam dar uma volta enorme pela rodoviária ou pelo 12º GAC. Nós, os comerciantes estamos sofrendo com isso porque todo o pessoal da região Sul não passa mais pela Vila Comercial e essa diminuição de circulação está afetando todos os comércios do bairro", diz.

Por outro lado, o gerente Felipe Lellis Andrade afirma que o único impacto de trânsito que aconteceu foi na Vila Comercial, mas há sinalização e os residentes do bairro foram avisados previamente sobre o início das obras.

A comerciante Jacira Maria Vieira, de 43 anos, mora no bairro Vila Comercial há cinco anos e detalha que está sendo prejudicada pelas obras como moradora e como comerciante.

"Além de não ter mais ônibus no bairro, está sendo muito difícil chamar carro de aplicativo e eles demoram muito para chegar por causa do desvio, ou seja, o transporte nesse bairro ficou bem ruim", afirma.

JOÃO CERESER

Já a concessionária Rota das Bandeiras dará sequência, a partir da próxima segunda-feira (19), às alterações de trânsito na região da rodovia João Cereser (SP-360), em Jundiaí.

Os trechos interditados serão o acesso à avenida Armando Giassetti, a saída da avenida Alexandre Ludke para a pista sentido Itatiba da SP-360 e haverá alteração na interdição da avenida Alberto Rodrigues de Oliveira, na rotatória do Parque Mundo das Crianças. O custo da obra deve chegar a R$ 80 milhões.

As modificações são necessárias por conta das obras de implantação de vias marginais entre os km 62 e 65, do entroncamento da Via Anhanguera (SP-330) até as imediações do Parque da Cidade. O prazo final da obra referida será no final de outubro.

A Rota das Bandeiras divulga diariamente os pontos em obras nos perfis da concessionária nas redes sociais. Outra forma de os motoristas se manterem atualizados é por meio do WhatsApp. Para receber as informações, basta encaminhar uma mensagem para (11) 93241-2578.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: