Jundiaí

Até outubro, Jundiaí terá 70% com duas doses

JUNDIAÍ Com o ritmo da vacinação, mais de 40% da população terá recebido duas doses no próximo mês


DIVULGAÇAO
A vacinação na cidade abrange atualmente pessoas de 34 anos ou mais
Crédito: DIVULGAÇAO

Considerando as vacinas já aplicadas em Jundiaí, até outubro o município deve superar os 70% da população imunizada com as duas doses. Índice considerado seguro até então para evitar a transmissão do coronavírus, sem considerar novas variantes que podem surgir.

Em agosto, segundo dados da Prefeitura de Jundiaí, a população completamente imunizada deve saltar dos 79.262 para 173.110, o que significa um aumento de 118%. Este aumento é referente as pessoas imunizados até maio, considerando o prazo máximo de três meses para segunda dose.

Neste comparativo, em setembro, neste ritmo de aplicação de doses, o município deve concluir a imunização de mais de 57% da população.

Este índice, porém, pode ser alcançado antes, já que o município também utiliza a Coronavac, que tem 28 dias entre uma dose e outra, e o Brasil ainda pode receber grades da Janssen, de dose única. Além disso, a entrega de vacinas aos municípios neste segundo semestre deve ser ainda mais célere.

Até o momento foram aplicadas 295.034 doses em Jundiaí, sendo 75.262 de segunda ou única e 215.772 primeiras. Na prática, 19,3% da população jundiaiense foi completamente imunizada, 16,6% tomou a segunda dose da vacina e 2,6% dose única, 52,7% apenas a primeira.

A maior parte deste grupo é composta por pessoas com 60 anos ou mais e profissionais da saúde, os primeiros a serem vacinados.

18

Neste cenário, os jundiaienses com 18 anos ou mais terminarão o ano imunizados com as duas doses, mesmo com vacinas de prazo maior para a segunda dose.

Segundo a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) de São Paulo, a população de Jundiaí, calculada em 2020, é de 409.439 pessoas. 79% (324.093) tem 18 anos ou mais. Para que todos os jundiaienses maiores de idade recebam ao menos a primeira dose, são necessárias ainda 108.321 doses. Para que este publico tenha a imunização completa com a segunda, serão necessárias mais 244.831 doses.

Além das pessoas com 18 anos ou mais, segundo o calendário estadual de imunização, no fim de agosto a vacinação para adolescentes de 12 a 17 anos com deficiência, comorbidades ou gestantes deve ser iniciada. A campanha para o público geral de 12 a 17 anos será continuada em setembro. Para este público, Jundiaí precisará de mais de 30 mil doses, apenas para a primeira aplicação.

A Unidade de Gestão de Promoção de Saúde de Jundiaí (UGPS) informa que a cidade segue o Plano Estadual de Imunização (PEI) e escalona o público conforme a quantidade de doses recebidas pelo município. À medida que os lotes são encaminhados, o agendamento é divulgado e aberto. As vacinas são disponibilizadas para o município pela Diretoria Regional de Saúde (DRS), em Campinas.

REPESCAGEM

O município também começará a implantar, a partir desta quinta-feira (22), às 17h, o agendamento de repescagem para pessoas de faixas etárias que já tiveram agendamento encerrado e não conseguiram garantir uma vaga na campanha. Até então, este agendamento era feito apenas em Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e pela Central de Agendamento de Consultas (CAC).

Semanalmente será aberto agendamento digital daqueles que, por algum motivo, ainda não conseguiram agendar a primeira dose de vacinação contra a covid-19. O sistema será disponibilizado uma vez por semana, para o grupo que encerrou a vacina nos postos descentralizados na semana anterior.

O primeiro agendamento da quinta-feira é para a aplicação no sábado (24), e contemplará o grupo formado por pessoas com 38 anos ou mais. Nas próximas semanas, a repescagem será disponibilizada para as idades que tiverem a aplicação da dose realizada na semana anterior.

A enfermeira e gerente da Vigilância Epidemiológica (VE) Maria do Carmo Possidente, reitera que os agendamento seguem em outros canais. "Vale destacar que, além da repescagem, as UBSs e a CAC (4531-8670) permanecem oferecendo a aplicação às populações já contempladas."

EM SÃO PAULO

O estado de São Paulo superou novamente a marca de mais de 500 mil registros de vacinas contra covid-19 aplicadas nesta segunda-feira (19). O patamar de meio milhão de doses tinha sido ultrapassado pela primeira vez no último sábado (17).

Até as 10h34 desta terça, o vacinômetro registrava um total de 32.016.226 doses aplicadas desde o início da campanha, somando 23.585.911 de primeira dose, 7.409.496 de segunda e 1.020. 819 de dose única. Mais de 18% da população geral de SP já completou seu esquema vacinal, garantindo proteção completa contra a covid-19.

A evolução diária da vacinação em São Paulo pode ser acompanhada no painel completo do Vacinômetro, no site https://vacinaja.sp.gov.br/vacinometro/.


Notícias relevantes: