Jundiaí

Cidades do AUJ registram 13 casos de aglomerações neste final de semana


DIVULGAÇÃO
Segundo o comandante da Guarda Municipal, Benedito Marcos Moreno, o número de pessoas em um único local surpreendeu a todos: a primeira desde o início das operações
Crédito: DIVULGAÇÃO

O Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ) registrou neste final de semana 13 ocorrências de aglomerações, sendo 10 só em Jundiaí. Outras aglomerações foram registradas em Louveira (2) e Campo Limpo Paulista (1).

A que chamou mais atenção foi no Jundiaí-Mirim com a presença de 4 mil pessoas. Segundo o comandante da GM de Jundiaí, Benedito Marcos Moreno, o número de pessoas surpreendeu até os guardas. "Desde o começo da pandemia, nenhuma intervenção deste montante, com aquele número significante de pessoas, havia sido feita. Mesmo com o avanço da vacinação, a gente pede para que as pessoas, principalmente os jovens, se mantenham seguros, respeitando às normas de saúde vigentes e evitem sair de casa para festas clandestinas que não respeitam os protocolos", ressalta.

Em Jundiaí outras ocorrências foram registradas no Almerinda Chaves, Traviú e Anhangabaú. Em todos os locais houve a orientação referente aos regramentos e protocolos sanitários do Plano São Paulo. Após as intervenções, a GMJ conseguiu dispersar todos os envolvidos, sem detenções.

De acordo com a Prefeitura de Louveira, das ocorrências registradas no município, ambas em bares, uma aconteceu na madrugada de domingo no Santo Antonio e outra na madrugada desta segunda-feira no bairro Pau a Pique.

Nos dois casos foram registrados boletins de ocorrência e as aglomerações foram dispersadas. Os registros de ocorrência também foram encaminhados para a Vigilância Sanitária para as notificações.

Segundo a Prefeitura de Campo Limpo Paulista, a única ocorrência registrada aconteceu no domingo, em um bar da rua São Francisco, no bairro Botujuru. No local havia mais de 50 pessoas aglomeradas, além de mesas pela calçada e em via pública.

Foi registrada ocorrência por perturbação de sossego e aglomeração. O comércio foi orientado a fechar e, caso promova aglomeração novamente, será conduzido ao plantão policial para esclarecimentos e será autuado.

A UGSM também informou que desde o início da pandemia, a equipe de Fiscalização Integrada (equipes da Saúde, Vigilância Sanitária, Fiscalização do Comércio, GMJ e Procon) tem realizado ações de fiscalização e orientação aos estabelecimentos comerciais e à população.

A GMJ realizou patrulhamento durante o final de semana nos bairros que apresentam histórico de aglomeração, ação conjunta no combate ao Pancadão com equipes da Polícia Militar.

"Apesar de ter dito uma queda nas ocorrências, ainda há um bom número de denúncias. O foco tem sido dar orientações para que os eventos denunciados não ocorram, além de contar com o setor de inteligência que monitora as atividades nas redes sociais. Sempre que fomos acionados, não houve problemas, os eventos foram cancelados e as pessoas foram dispersadas", afirma Moreno.

Em Jundiaí, as denúncias podem ser feitas pelo telefone 153 (emergência) e 4492-9060 da GMJ. (Lucas Hideo)

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: