Jundiaí

Operação Noites Frias: equipes seguem buscas à população em situação de rua


Divulgação
Pessoas abordadas que deram o aceite foram encaminhadas para as vagas em abrigos
Crédito: Divulgação

Com a previsão de queda de temperatura até o fim da semana, conforme boletim emitido pela Defesa Civil, as equipes da Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS), devem manter em andamento a Operação Noites Frias de busca ativa a pessoas em situação de rua para oferta de acolhimento em abrigo.

Somente nessa quarta-feira (28), 139 vagas em abrigos foram ocupadas, entre pessoas que já se encontravam acolhidas, pessoas que buscaram o serviço ou que deram aceite às equipes nas ruas. Respeitando as diretrizes do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC), já é previsto, sem custo adicional à Prefeitura, o aumento das vagas custeadas nos abrigos conforme necessidade.

A Operação é realizada todas as noites cujas previsões de temperatura são iguais ou inferiores a 13°C, independente do período do ano. “Este ano, já foram realizadas 43 noites de Operação, com início em 12 de maio, e já foram realizados 1.509 acolhimentos, de 690 pessoas diferentes”, contabiliza a Renata Mangieri, assessora de políticas governamentais da UGADS.

O serviço de busca ativa, que sempre conta com equipe regular, passa a contar com três equipes durante a Operação e, esta semana, por conta das condições meteorológicas, salta para cinco equipes.

Somente na noite dessa quarta (28), cerca de 50% dos abordados recusaram a ida ao abrigo e tiveram a triagem de suas informações. Até agora, a Operação já distribuiu aos que recusaram acolhimento 2.327 cobertas, cerca de 200 gorros e 227 pares de meias.

O diretor do Departamento de Proteção Social Especial da UGADS, Luiz Guilherme Camargo, explica que “durante os dias de Operação, a oferta para as vagas nos abrigos é feita ao longo de todo o dia, não somente durante a noite”. Assim, sempre que alguma pessoa dá entrada no Centro Pop (rua Marechal Deodoro da Fonseca, 504) ou no Casa de Passagem (operacionalizada pelo SOS, com custeio da Prefeitura, na rua Prudente de Moraes, 1830), já é informada sobre a previsão do tempo e, se aceitar, já é encaminhada para um dos abrigos.

Orientações

Sempre que alguém identificar alguém em situação de rua pode orientá-lo a procurar o Centro Pop, que é o equipamento referência da rede socioassistencial. Além de ofertas de alimentação e higiene e direcionamento para pernoite, o Centro Pop oferece atendimento psicossocial para a construção de projeto individual de saída das ruas, auxilia na busca por documentos e oferece ainda o pagamento de passagem para o Município de origem do atendido, já que mais de 31% estão em Jundiaí há menos de um mês. Somente este ano já foram realizados mais de 850 recâmbios.

Quem identificar pessoas nas ruas ao longo da noite, até as 22h, poderá entrar em contato com o Serviço Especializado de Abordagem Social (SEAS) pelos telefones (11) 98531-0146 ou 4805-3098. Após este horário, a recomendação é o contato via Guarda Municipal de Jundiaí (GMJ), pelo telefone 153, ou ainda pelo 192 do SAMU em casos se identificada intoxicação ou ocorrências mais graves.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: