Jundiaí

Indústria alimentícia chega a triplicar o quadro de funcionários para o fim de ano

A expectativa é que as alimentícias empreguem mais devido à alta de vendas nas festas, sobretudo as que produzem produtos natalinos


ARQUIVO JJ
Produtos sazonais, como os natalinos, exigem a produção suplementar
Crédito: ARQUIVO JJ

A setor industrial de Jundiaí e Região deve ter um implemento significativo nas contratações para o fim de ano com os temporários. Além do comércio e do setor logístico, fortes na Região, há grandes empresas do ramo de alimentos que aumentam a produção para o fim de ano, impulsionando o aumento no quadro de funcionários.

A gerente de recursos humanos da Romanato Alimentos, Michelli Passos, diz que a expectativa para este ano é boa. "Durante o ano temos de 250 a 280 funcionários, então, com os temporários, o quadro de funcionários vai a quase 800 pessoas", explica ao lembrar da contratação de pelo menos 500 extras.

Michelli diz que as contratações foram iniciadas ainda em julho. "Mais de 80 pessoas devem começar na segunda-feira (16). Nosso negócio é muito sazonal. O segundo semestre é expressivo porque nosso carro-chefe é o panetone, um produto sazonal, que está relacionado a 70% do nosso faturamento."

A gerente de RH acredita que o crescimento da empresa ocorre ano a ano, portanto, deve aumentar neste ano em relação a 2020. "Mesmo com a pandemia, ano passado foi bom. Para este ano, a gente espera o crescimento do mercado, pois a vacinação está avançando. Nosso produto vem crescendo e a cada ano está em mais mercados, então esperamos que tenha crescimento em 2021 também."

A Companhia de Alimentos BRF de Jundiaí sinalizou um aumento de aproximadamente 15% do quadro ativo, visando a demanda de Natal e Ano Novo. Segundo dos diretores, o otimismo é grande por conta do avanço da vacinação. "Acreditamos que as ceias das festas de fim de ano serão maiores e com maior fartura para celebrar essa melhoria de cenário econômico, social e da saúde. Com o arrefecimento da pandemia no Brasil, esperamos a retomada do food service, e ainda um consumo significativo dentro dos lares, diante de um modelo híbrido de trabalho", relatam em nota enviada ao JJ.

MERCADO

Segundo a Unidade de Gestão de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (UGDECT) de Jundiaí, a contratação de temporários deve ser aquecida no final do ano.

Atualmente há 900 vagas disponíveis no Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) e on-line.

A maioria é para auxiliar de limpeza, auxiliar de produção, porteiro, operador de empilhadeira, ajudante geral, consultor empréstimo consignado, auxiliar de produção (PCD), auxiliar de cozinha, controlador de acesso e auxiliar de serviços gerais.

Desde maio, o PAT e o Jundiaí Empreendedora disponibilizaram 4.464 vagas na cidade.

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: