Jundiaí

Sem emissão de passaportes há três anos em Jundiaí, custo se eleva

Opção para quem quer emitir passaporte é ir para Campinas, Sorocaba ou São Paulo


Arquivo Pessoal
Felipe Bascope tirou o documento no ano passado em Campinas
Crédito: Arquivo Pessoal

Há três anos Jundiaí não tem posto da Polícia Federal instalado para, entre outros serviços, emitir passaporte. A opção para os interessados é seguir para Campinas, Sorocaba ou São Paulo como opção, porém precisam se organizar para que o custo não fique mais elevado.

Além dos R$257,25 para a emissão, o interessado fica com as custas do trajeto até um dos municípios. Foi o que aconteceu com o professor de inglês Felipe Bascope, de 25 anos, que precisou do documento em outubro do ano passado e teve como opção ir retirá-lo em Campinas. "O serviço todo é defasado. Tem uma lista de documentos um pouco confusa que você leva tudo e não usam tudo. E é caríssimo, paguei quase R$ 260. Além disso, tem o preço da locomoção, precisa ir até Campinas para preencher tudo e depois, quando fica pronto, ir buscar."

A consultora de turismo da For You Turismo, Tânia Maria Brasil Muzaiel, oferece o serviço de emissão de passaporte e de visto para alguns países. Para facilitar a vida dos turistas. "Passamos uma ficha para o cliente e cobramos uma taxa pelo serviço. A gente preenche os dados e encaminha para o cliente conferir. Após o pagamento do boleto da emissão, de 48h a 72h é liberado o agendamento. Aí o cliente precisa ir até o posto da Polícia Federal para tirar a foto e coletar as digitais", explica.

Segundo a Superintendência Regional em São Paulo da Polícia Federal, na época em que Jundiaí tinha o posto, foi feita uma licitação e o Shopping das Bandeiras em Campinas sagrou-se vencedor. Além do shopping há um posto de emissão de passaportes dentro da Unidade da PF no Aeroporto Viracopos.

Questionada, a Prefeitura de Jundiaí informa que a reinstalação de um posto da Polícia Federal em Jundiaí é um dos equipamentos que poderão ser pleiteados com a criação da Região Metropolitana de Jundiaí.

A prefeitura informa que reconhece a importância de ter esse serviço na cidade, tanto que em 2018, na ocasião da desativação do posto em um centro comercial, solicitou a manutenção do serviço em Jundiaí, disponibilizando inclusive, se necessário fosse, imóvel para a sua instalação.

CERTIFICADO

Além do passaporte, quem deseja viajar a países do exterior que aceitam a entrada de brasileiros, devem emitir o Certificado Nacional de Vacinação covid-19, um documento que comprova a vacinação do cidadão.

A emissão do certificado ocorre após as duas doses ou dose única, por meio do Conecte SUS Cidadão, onde o usuário pode visualizar e emitir o documento. O Conecte SUS está disponível em aplicativo e no site https://conectesus.saude.gov.br/home.

(Nathália Sousa)

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: