Jundiaí

Comércio de informática precisa se adaptar às novidades do setor


                               ALEXANDRE MARTINS
Salhea Kader afirma que os mouses e teclados são os mais procurados na sua loja
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

O setor dos eletrônicos inovou com o passar dos anos e a mudança de comportamento, em especial o trabalho home office, fez os proprietários investirem para faturar durante o período de isolamento.

Notebooks, teclados e mouses foram os destaques na vendas. Para o proprietário de uma loja de eletrônicos da Ponte São João, Marcel Pretti, as vendas durante a pandemia aumentaram consideravelmente, principalmente com os notebooks, microfones e webcam's.

"Muita gente começou a procurar esses produtos por causa do home office e das aulas on-line, mas não deixamos de crescer nos serviços de manutenção destes equipamentos", afirma o proprietário.

Os produtos gamers também chamam a atenção dos jovens, principalmente com as novidades do mercado. "Tivemos muita procura nos acessórios para jogos que atendem todos os públicos, o que tem atraído bastante os mais jovens são os aparelhos com luz de led, como peças e acessórios de computadores", afirma Marcel.

Para ele, o universo gamer está conquistando cada vez mais pessoas e este mercado tende a inovar ainda mais com o passar dos anos.

INVESTIMENTOS

Há mais de 20 anos no mercado de informática, Salhea Kader sentiu a queda nas vendas e por isso investiu em equipamentos para chamar a atenção do público. Salhea Kader vende notebooks e computadores, mas a maior procura da sua loja são pelos acessórios como mouses, teclados e fones de ouvido.

"Comecei a fazer promoções e dar descontos nos produtos para atrair mais pessoas, além de fazer a divulgação nas redes sociais para conquistar o público jovem", afirma o lojista.

(Luana Nascimbene)


Notícias relevantes: