Jundiaí

Repicados e transição capilar movimentam salões


DIVULGAÇÃO
O cabeleireiro André Schiavan afirma que franjas curtain bangs voltaram
Crédito: DIVULGAÇÃO

Mudar o visual começando pelo cabelo se tornou prática comum, principalmente em tempos de pandemia e isolamento. Nos salões de beleza, os cortes mais repicados, a transição capilar e os tratamentos como o banho de petróleo são tendência para quem deseja repaginar o cabelo.

Assim afirma o cabeleireiro André Schiavan, de 42 anos, que possui salão no bairro do Parque do Colégio. Ele conta que, com a pandemia da covid-19, muitas mulheres têm optado pela mudança no visual, passando por procedimentos de corte, coloração e até mesmo a transição capilar.

"Com a chegada da pandemia, uma grande tendência entre as pessoas é a mudança. A transição capilar, por exemplo, está em alta para mulheres que não querem mais alisar seus cabelos e assumir seus cachos ou ondulações naturais. Uma tendência em alta entre as mulheres são as franjas curtain bangs, febre dos anos 60. Com essa procura por franjas mais desfiadas, minha aposta também será em cortes com frentes mais curtas e repicadas, construindo o estilo de corte arredondado", afirma Schiavan.

Apesar de a aposta em cortes de cabelo ser recorrente, as tinturas também trazem mudanças na aparência e se renovam conforme o tempo.

"As tendências de coloração continuam, com o loiro platinado, os cabelos rosas, ruivos e castanhos com profundidade, trazendo uma iluminação para criar um contraste entre as mechas e o fundo escuro", completa Schiavan.

A auxiliar administrativa, Thaisys Costa, de 35 anos, aderiu as novas tendências e decidiu mudar o cabelo. Com o seu novo loiro, ela afirma que as transformações no visual mudaram todas as partes da sua vida.

"Toda mudança no visual é positiva e trouxe transformações em todas as áreas da minha vida, como no âmbito pessoal, familiar e profissional. Mudar o cabelo elevou minha autoestima e, após a coloração, sinto que sou uma mulher mais realizada, feliz e quero mudar cada vez mais. Não podemos parar de querer o melhor para nós mesmas", afirma Thaisys.

Seguindo as tendências das redes sociais, a auxiliar administrativa diz que teve inspiração em algumas revistas referências no assunto.

"Minha principal motivação foi sair da mesmice e apostar no novo. Quis algo para me sentir eu mesma novamente, porém com um toque especial. Sempre acompanhei as novas tendências e sigo nas redes sociais alguns cabeleireiros e revistas que falam sobre este assunto", relata a auxiliar.

TENDÊNCIAS

Já no salão do cabeleireiro Amarildo Garcia, de 55 anos, que fica no bairro do Vianelo, alguns tratamentos como o banho de petróleo, que é um procedimento com um óleo chamado quina de petróleo, estão em destaque, porém exigem cuidados específicos.

"Algumas pessoas procuram o banho de petróleo para deixar o cabelo preto, com mais brilho e hidratado. Além disso, pessoas que possuem fios brancos procuram o tratamento, mas é necessário se atentar aos cuidados específicos, principalmente por se tratarem de cabelos pretos. Caso a cliente queira fazer algum procedimento de descoloração pode danificar os fios", diz Garcia.

Assim como a moda, os cortes de cabelo acompanham as estações do ano. "Agora, estou atendendo pessoas que buscam as tendências da primavera e verão, com colorações mais claras, buscando tons dourados e mechas mais naturais. Além disso, muitos preferem colorações nos fios da parte da frente para iluminar o rosto. Os cortes de cabelo do momento não são mais os retos, as clientes procuram assimetria, repicados e cabelos mais irregulares", completa o cabeleireiro.

RETOMADA

Embora a busca por mudanças no visual seja constante após longos períodos de isolamento, alguns clientes ainda temem o retorno presencial.

"Temos clientes que estão com muito medo de ir ao salão, porém agora com a vacina esperamos que melhore. Entretanto, em comparação com a economia do Brasil acho que todos estamos sentindo o resultado de aumentos constantes em todos os sentidos, incluindo no salão, com a energia e os produtos", relata Schiavan.

(Geovana Arruda)

Siga nas redes

Instagram

André Schiavan, @schiavancoiffeur

Amarildo Garcia, @amarildobeauty

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: