Jundiaí

Hotéis mantêm cautela para retomar atividades

VOLTANDO AOS POUCOS As restrições causadas pela pandemia exigiram mudanças no setor hoteleiro


ALEXANDRE MARTINS
Juliana Zacarias precisou desligar funcionários e reduzir os custos para evitar prejuízos futuros
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

Apesar do fim das restrições de horários e limite de pessoas determinados pelo Plano SP, gerentes de hotéis de Jundiaí admitem cautela na retomada das atividades do setor e mantêm os cuidados com os protocolos de saúde para retornarem com segurança.

Sobreviver às restrições que a pandemia causou não foi fácil e exigiu mudanças no setor hoteleiro. A gerente de um hotel no bairro Jardim Santa Teresa, Juliana Zacarias, aproveitou a pandemia para realizar reformas em todo o hotel pensando na retomada e o aumento do movimento.

O hotel precisou fechar as portas durante 15 dias e mesmo com a boa saúde financeira do estabelecimento para lidar com a situação, Juliana precisou desligar funcionários e reduzir os custos para evitar prejuízos futuros, mas com a retomada ela espera que o movimento volte à normalidade.

"A expectativa é a melhor possível, vejo um bom cenário para a hotelaria com a retomada das atividades, principalmente nos meses de outubro a dezembro", comemora.

"Segundo ela, a área de eventos foi a que mais sofreu durante este período e o hotel ainda se mantém cauteloso pelo retorno destas atividades. "Ainda não temos previsão de retorno dos grandes eventos, estamos respeitando os protocolos de segurança e estas festas costumam gerar aglomeração, então ainda estamos receosos neste momento", explica.

OTIMISMO

A gerente de um hotel localizado próximo à rodovia Anhanguera, Giovanna Pietracatelli, diz que as portas tiveram que ficar fechadas por dois meses e funcionários foram desligados. "O hotel passou por dificuldades financeiras durante a pandemia, principalmente no ano passado, quando encerramos nossas atividades durante dois meses e 20 funcionários precisaram ser desligados".

A gerente também explica que o público do hotel é formado por 60% de pessoas que se hospedam a trabalho e 40% por lazer e, com a volta dos grandes eventos nos próximos meses, ela espera que o movimento aumente ainda mais. "Nossa perspectiva é voltar com os eventos maiores a partir de outubro, por enquanto estamos mantendo todos os protocolos de segurança, inclusive evitar aglomeração", afirma.

Agora é pensar nas promoções para atrair a clientela. "Desde a retomada gradual, os valores das tarifas e diárias diminuíram e promoções pontuais estão sendo lançadas para aproximar novamente os clientes", explica.

De acordo com a coordenadora da área de hotelaria do Núcleo de Jundiaí, Caroline Vendrameto, proprietários de hotéis do município estão confiantes com a retomada e o clima é de otimismo. "A retomada está sendo boa, as empresas voltaram a atuar e o movimento dos hotéis tendem a crescer bastante nas próximas semanas", afirma a coordenadora.

Diante da dificuldade de sobreviver durante a pandemia e com os prejuízos causados pelas restrições, poucos hotéis conseguiram manter todos os funcionários. "A maioria destes estabelecimentos precisaram desligar funcionários para diminuir os gastos enquanto estavam com as portas fechadas, mas agora muitos já estão se preparando para retornar com as contratações para o fim do ano", conclui Caroline.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: