Jundiaí

Jundiaí se prepara para vacinar idosos com a terceira dose

Objetivo é garantir proteção adicional à população vulnerável a variantes contagiosas


                                                 ALEXANDRE MARTINS
Maria Lina pretende tomar a terceira dose da vacina contra a covid-19
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

Jundiaí aguarda mais orientações sobre a dose de reforço para pessoas acima de 60 anos. O anúncio da terceira dose para o estado foi feita nesta quarta pelo governador João Doria que estipulou setembro para a aplicação.

O objetivo é garantir proteção adicional à população mais vulnerável a variantes mais contagiosas do coronavírus, como a delta.

Em Jundiaí, foram aplicadas 72.576 primeiras doses e 68.773 segundas doses, em idosos, até o momento. Para quem já tomou as duas doses, a terceira será mais um reforço.

É o que pensa a comerciante Nair Pavan, de 69 anos, que já está vacinada com as duas doses do imunizante Coronavac desde abril. "Pretendo tomar a terceira dose já em setembro para me sentir mais segura e protegida e continuar trabalhando", afirma.

Nair também recomenda que todos se vacinem o mais rápido possível. "Acho muito importante que todos se imunizem com as três doses da vacina para que o país possa progredir", afirma Nair Pavan.

A comerciante Maria Lina Siqueira Ferreira, de 69 anos, também está vacinada com as duas doses da Coronavac e pretende receber a terceira em setembro. "Tomei minha segunda dose há três meses e já estou preparada para receber a dose de reforço, acredito que quanto mais protegida estivermos, mais rápido vamos sair desse período longo e difícil".

Maria espera que toda a população não deixe de tomar a terceira dose e continue respeitando todos os protocolos sanitários. "Conheço pessoas que não voltaram para a segunda dose, não me conformo com isso, se as pessoas continuarem recusando a vacina estaremos todos expostos ao vírus e nunca vamos sair dessa situação", afirma a idosa.

NOVOS AGENDAMENTOS

Para encerrar a vacinação do público adulto, a cidade de Jundiaí necessita de 20.238 doses de vacina contra covid-19 para a primeira aplicação.

A partir do dia 30 de agosto, o agendamento da primeira e segunda dose nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) será restrito aos públicos a partir de 60 anos, pessoas com comorbidades com 18 anos ou mais e pessoas com deficiência que tenham 18 anos ou mais. A aplicação, contudo, será feita em quatro unidades à escolha do usuário (Nova UBS Jardim do Lago, Nova UBS Jundiaí-Mirim, UBS Anhangabaú e Novo Horizonte.

As gestantes e puérperas com 18 anos ou mais terão atendimento sem a necessidade de agendamento, em qualquer polo de vacinação que esteja com a oferta da vacina Pfizer.

(Luana Nascimbene)

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: