Jundiaí

Programa Bolsa Trabalho tem inscrições abertas para 100 vagas em Jundiaí


Divulgação
Cadastro pode ser feito pelo site da Bolsa do Povo
Crédito: Divulgação

Jundiaí aderiu ao programa do Governo do Estado Bolsa-Trabalho, voltado à qualificação profissional de pessoas desempregadas e em situação de vulnerabilidade social, com prioridade para jovens e mulheres. As inscrições podem ser feitas partir desta quarta-feira (25) e o município tem direito a 100 vagas de emprego.

“Em um momento em que há um aumento da vulnerabilidade social e que famílias perdem renda, é uma iniciativa muito válida. Jundiaí está sempre em busca de oportunidades para que, principalmente, as pessoas mais vulneráveis tenham acesso aos benefícios sociais. Com este programa, elas terão a oportunidade de se capacitar e de trabalhar e isso vai mudar a vida de muita gente. Cidade boa é a cidade que gera emprego e renda para as pessoas que vivem aqui”, explica o prefeito Luiz Fernando Machado.

Os selecionados receberão uma bolsa-auxílio de R$ 450, mais R$ 85 referente a uma cesta básica, totalizando R$ 535,00 durante cinco meses, mais curso de qualificação profissional e apoio à empregabilidade. Em Jundiaí, a Unidade de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (UGDECT) gerenciará o programa através do Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT).

“Temos trabalhado incansavelmente na atração de novas empresas, na geração de emprego e renda em Jundiaí. Esse programa nos auxiliará, em primeiro lugar, com qualificação profissional e empreendedora para às pessoas, servindo como uma espécie de estágio, em segundo lugar, é mais uma fonte de renda para as pessoas que precisam de apoio”. Afirma Cristiano Lopes, Gestor da Unidade de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia.

Terão prioridade: mulheres arrimo de família, pessoas com maior tempo de desemprego, maior idade e maiores encargos familiares. Também prestarão serviços em órgãos públicos municipais, estaduais ou autarquias, com uma carga horária de quatro horas diárias, cinco dias da semana.

“Parte do tempo de trabalho será utilizada para formação profissional e empreendedora. Temos um olhar voltado à capacitação das pessoas e, consequentemente, à abertura de novas oportunidades para suas vidas”, explica Enrico Arkchimor Milamonti, Diretor do Departamento de Fomento ao Comércio e Serviços e Coordenador Municipal do Programa.

As inscrições começam nesta quarta-feira (25), pelo site bolsadopovo.sp.gov.br. As inscrições são gratuitas e online, sendo necessário informar RG, CPF, Carteira de Trabalho e comprovante de endereço. Podem se inscrever somente moradores de Jundiaí, desempregados, maiores de 18 anos e com renda familiar de até R$ 550 por pessoa. A seleção acontece até o dia 4 de setembro e a convocação será feita por meio de publicação no Diário Oficial. O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Jundiaí será um ponto de apoio para quem tiver dificuldades em realizar a inscrição.

Os inscritos poderão escolher seis opções de cursos profissionalizantes virtuais da Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo), com duração de 80 horas, nas áreas de Auxiliar de Controle de Produção e Estoque, Gestão Administrativa, Gestão de Pessoas, Organização de Eventos, Rotinas e Serviços Administrativos e Secretariado e Recepção.

O Bolsa Trabalho tem como objetivo gerar renda, ocupação, qualificação e empregabilidade para as pessoas em situação de vulnerabilidade social. A iniciativa é do Governo de São Paulo em parceria com municípios cadastrados no programa, para promover a retomada de emprego e renda e impactar, direta e indiretamente, cerca de 120 mil pessoas apenas em 2021.


Notícias relevantes: