Jundiaí

Obras modernizam Centro das Artes com ampliação do palco, praça de eventos e acessibilidade


Divulgação
Autoridades visitam local e tiram dúvidas sobre o projeto e as obras em andamento
Crédito: Divulgação

Em obras, o Centro das Artes recebeu a visita do prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, na manhã desta quarta-feira (25). O espaço, no Centro de Jundiaí, abriga a Sala Glória Rocha e está sendo revitalizado com investimento de R$ 5,7 milhões e previsão de reabertura para o público no ano que vem.

O Centro das Artes está fechado desde 2013, quando foi identificado por parte do Corpo de Bombeiros um problema na forração da Sala Glória Rocha, a famosa sala de espetáculos do espaço. Até dezembro de 2016, somente 22% das obras iniciadas no ano anterior tinham sido realizadas. A empresa responsável pela reforma à época propôs então, em julho de 2017, o distrato amigável do contrato por conta de atrasos nos pagamentos por parte da antiga administração municipal. Indicada a ausência de prejuízos aos cofres públicos, o distrato foi aceito pela Prefeitura, uma vez que foram também identificadas as falhas.

Após o distrato, foram solicitados os projetos executivos faltantes, bem como a modernização da Sala Glória Rocha. Passada a aprovação desses projetos, foi aberta a licitação e, em seguida, iniciadas as obras.

“O Centro das Artes é um espaço histórico, que abrigou grandes apresentações e artistas de Jundiaí e de todo o Brasil”, lembra o prefeito, Luiz Fernando Machado. “Sabemos do vínculo afetivo das pessoas da cidade com esse local, que também impulsiona a economia criativa. O teatro será devolvido aos artistas e ao público, totalmente modernizado, como forma de fortalecer o patrimônio histórico e cultural de Jundiaí.”

As obras tiveram início em 9 de agosto. As mudanças e adequações preveem a abertura de uma sala alternativa para 100 lugares, acessibilidade total, ampliação do palco da Sala Glória Rocha, instalação de cabine de áudio descrição, ar condicionado, praça de eventos, café, loja com produtos da cidade, entre outros.

“As transformações são feitas também pensando na preservação, já que a estrutura do telhado ainda é a original, dos tempos em que o prédio foi construído, no início do século passado”, observa o gestor de Cultura, Marcelo Peroni, que apresentou todo o projeto para o prefeito, para o vice-prefeito, Gustavo Martinelli, para o presidente da Câmara de Jundiaí, Faouaz Taha, e para os vereadores presentes à visita técnica, Adilson Roberto Pereira Júnior, Daniel Lemos Pereira, Edicarlos Vieira e José Antônio Kachan Júnior.

 


Notícias relevantes: