Jundiaí

Amantes de jardinagem cultivam flores e plantas no quintal de casa

JARDIM CASEIRO Cultivar as plantas e podar flores em casa leva tempo e dedicação, mas são exercícios que têm cativado e interessado cada vez mais pessoas


            ALEXANDRE MARTINS
Marcelo Favaro preserva as orquídeas na estufa no quintal de sua casa
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

De hobby a profissão, cuidar das plantas é uma atividade que tem conquistado cada vez mais público, principalmente os amantes de jardinagem.

Cultivar as plantas, podar flores ou montar o próprio jardim no quintal de casa são algumas das tarefas de quem pretende desestressar, manter o jardim limpo e, quem sabe, gerar renda.

Para o aposentado Marcelo Favaro, de 53 anos, a paixão se tornou renda extra. Ele trabalhava como metalúrgico e logo após a aposentadoria pensou em algo que gerasse renda, mas que pudesse ser prazeroso. Encontrou as orquídeas em seu caminho. "Um amigo me apresentou as orquídeas e logo imaginei uma grande oportunidade de vendê-las e gerar renda", afirma Marcelo.

O aposentado decidiu construir uma estufa no quintal da sua casa, localizada no bairro Castanho, para preservar as orquídeas da espécie vanda e toma os cuidados necessários com suas flores.

No início, a ideia de ter as orquídeas surgiu apenas para vendê-las, mas Marcelo afirma que cultivá-las já virou um hobby e não pretende desistir tão cedo. "Acordar e ir cuidar das flores já faz parte da minha rotina. Sempre pensei em vender todas, mas quero manter elas no meu quintal por bastante tempo", afirma.

De início, Marcelo Favaro comprou quatro mil orquídeas da espécie vanda importadas da Tailândia e atualmente possui 1,2 mil unidades em sua estufa. "No começo eu vendi muitas orquídeas para empresas e pessoas que faziam exposições de flores e como elas são importadas não é difícil encontrar clientes interessados", afirma Favaro.

AMOR PELO JARDIM

Aos 83 anos, o jardineiro aposentado Dorival Alves de Almeida fez de sua profissão uma maneira de desestressar e manter o jardim de sua casa limpo. Orquídeas, azáleas, pingo de ouro e jabuti roxo são algumas das espécies que ele cultiva em casa.

O morador de Várzea Paulista tira boa parte do seu tempo para cuidar das plantinhas do seu próprio jardim e já faz isso há mais de 30 anos. "Eu sempre adorei mexer com plantas e há 35 anos venho cultivando meu jardim com diferentes tipos de flores e cuidando de cada uma delas diariamente", afirma Dorival.

Almeida não abre mão dos cuidados com as flores do seu quintal e diz que é uma terapia. "Sempre foi um prazer trabalhar com jardinagem e é muito terapêutico, passo horas no meu quintal podando as plantas para ocupar a cabeça", diz.

DICAS

Experiente no assunto, Dorival Alves de Almeida passa algumas dicas de cuidados com as plantas para iniciantes que queiram ingressar na jardinagem, seja como profissão ou hobby.

"O primeiro passo é você ter dedicação e tempo para cuidar das flores. Depois basta separar um lugar adequado, ao ar livre e bem iluminado, e começar a cultivar", detalha o jardineiro.

Dorival recomenda que os iniciantes comecem plantando pequenas mudas, pois exigem menos cuidados e experiência no processo.

Para preservar as orquídeas, Marcelo Favaro precisa seguir os cuidados diariamente para que as plantas não fiquem danificadas. "Tudo começa pela dedicação que você tem com as espécies porque as orquídeas precisam de atenção diariamente e devem ser preservadas das raízes até as pétalas".

As flores são todas colocadas em vasos adequados e as estufas são essenciais para conservá-las, além de regar diariamente e cuidar das raízes. "Eu costumo molhar duas vezes por dia nos dias mais quentes e no inverno apenas pela manhã, além de ser indispensável regar as raízes", afirma.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: