Jundiaí

Para uma vida saudável, o crossfit e o cross training são boas opções

DISPOSIÇÃO Buscando formas de se exercitar, mas fora das academias tradicionais, as atividades funcionais especializadas oferecem ótimos resultados


DIVULGAÇÃO
Guilherme Zaparoli afirma que qualquer pessoa pode praticar o crossfit
Crédito: DIVULGAÇÃO

Para quem procura por uma vida saudável, com a prática de atividades físicas, e ao mesmo tempo buscando algo diferente das tradicionais academias de musculação, o crossfit e o cross training se apresentam como ótimas opções.

Essas duas modalidades esportivas são derivadas de outros esportes como o atletismo, a ginástica, o levantamento de peso, entre outros. Os treinos têm como objetivo estimular o corpo a desenvolver diversos grupos musculares, a partir de diferentes exercícios aeróbicos, funcionais (cujos movimentos são realizados no dia a dia) ou de força.

De acordo com Guilherme Zaparoli, proprietário e professor de uma academia de crossfit, esta modalidade esportiva surgiu como um método de treinamento. "O principal objetivo é melhorar as 10 capacidades físicas do ser humano, entre elas, cardiorrespiratório, força, resistência muscular, flexibilidade, velocidade, potência, coordenação, agilidade, equilíbrio e precisão, ou seja, trabalhamos o corpo como um todo", afirma.

Para Zaparoli, o diferencial do crossfit como um esporte de lazer é a comunidade. "Cria-se um sentimento de pertencimento, de todos estarem no mesmo barco, tentando superar seus limites, em que todos se apoiam", conta.

Segundo Zaparoli, a alta do esporte no Brasil começou em meados de 2014. "O crossfit cresceu, basicamente, até 2019 e agora deu uma estabilizada. As primeiras academias de Jundiaí começaram em 2011 e eu iniciei neste período também, para em 2018 abrir a academia", comenta.

A academia de Zaparoli funciona de segunda a sexta, com horários na parte da manhã, tarde e noite, a aos sábados de manhã. "Os treinos duram cerca de uma hora, em alta intensidade, mas cada praticante regula seu ritmo. Qualquer pessoa pode praticar o crossfit, temos um programa específico para crianças também", ressalta.

BENEFÍCIOS

A assistente administrativa, Giuliana Christina Silva Pimentão, de 24 anos, começou no crossfit há quatro meses. "Eu escolhi esse esporte por ser mais dinâmico e não é monótomo como uma academia de musculação, em que tive uma experiência ruim também, então, fui procurar por algo diferente", diz.

Na época em que começou, Giuliana estava sedentária e sem fazer qualquer atividade física. "Eu tive um receio de procurar, pois pensava que o crossfit era uma atividade com maior facilidade para se lesionar, até encontrar uma academia com aulas diferenciadas, que me ajudaram bastante na adaptação", pontua.

Giuliana treina todos os dias, de segunda a sexta e as vezes, aos sábados também. "Dentro de uma hora, o treino é dividido em aquecimento, parte de força, de técnicas e depois o treino intenso", afirma.

De acordo com a assistente administrativa, o crossfit mudou completamente sua vida. "Eu indico para todo mundo, pois é um desafio diário, que me instiga e me motiva a continuar firme, sempre procurando melhorar meu rendimento", ressalta.

CROSS TRAINING

Segundo Thomas Bozza, proprietário e professor de uma academia de cross nutrition, essa modalidade é uma rede de treinamento funcional, constantemente variado e que se assemelha aos treinos de crossfit, utilizando os mesmos princípios da modalidade, o cross training.

"Trabalhamos toda a parte do cross training, como a parte de levantamento de peso olímpico, exercícios de ginástica, entre outros", explica.

Bozza afirma que o diferencial para uma academia de musculação é que, no cross training, os exercícios são feitos em grupo, com treinos coletivos e sem o uso de aparelhos, trabalhando com o treinamento funcional como base.

"Por isso é importante ter um profissional acompanhando e fica bem mais interessante, pois o praticante utiliza mais músculos e articulações para fazer determinado exercício, ou seja, há um gasto calórico em dobro, praticamente", comenta.

Bozza trabalha com o cross training desde 2004 e abriu a academia em 2017. "Os treinos ocorrem de segunda a sexta, durante uma hora e pessoa pode escolher entre três vezes por semana ou a semana inteira, dependendo da individualidade de cada um", conta.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: