Jundiaí

Decreto que cria o Campus Jundiaí de incentivo às startups é assinado


Divulgação
Assinatura do decreto de criação do Sistema de Inovação foi feito pelo prefeito Luiz Fernando Machado
Crédito: Divulgação

O prefeito Luiz Fernando Machado assinou, na quinta-feira (23), decreto que cria o Ecossistema de Inovação – Campus Jundiaí, que visa identificar espaços públicos e de interesse público na cidade e transformá-los em clusters de inovação, com capacidade para o desenvolvimento de novas tecnologias, incubação e coworking para startups de base tecnológica e de P&D, formando um Ecossistema de Inovação associado ao Programa Jundiaí Cidade Inteligente.

Ao assinar o decreto, o prefeito cumpre mais um compromisso do seu Plano de Governo. “O momento atual exige tecnologia e inovação e já estamos trabalhando para tornar Jundiaí uma referência. Certamente, o decreto contribuirá para os esforços da Prefeitura de transformar a cidade inteligente, criando um Ecossistema de Inovação e o Campus Jundiaí vai fomentar inovação em prol do município”, detalha Luiz Fernando.

“A ideia é integrar as startups da cidade em locais públicos para que elas desenvolvam tecnologias que possam solucionar demandas da cidade e, depois, estas solução ser utilizada e explorada pela própria Prefeitura, conjuntamente com quem as desenvolveu. A Prefeitura dá a mentoria e o suporte técnico e a startup dá a solução tecnológica. Queremos que Jundiaí se transforme em referência na atração de startups”, explica o gestor de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Cristiano Lopes.

O gestor da Unidade de Gestão de Governo e Finanças (UGGF), José Antonio Parimoschi afirma que o objetivo principal do Campus Jundiaí é criar uma nova onda de atração de investimentos produtivos para sustentar o crescimento econômico de Jundiaí e, desta forma, assegurar qualidade de vida aos moradores da cidade. “No Campus Jundiaí, utilizamos espaços públicos para incentivar o surgimento de startups e novas empresas, tendo como foco a economia criativa”, explica.

Para ele, o Sistema de Inovação de Jundiaí, que a cidade está construindo, permite que a cidade faça este tipo de movimento com a criação do Campus Jundiaí. “A ideia é formar um novo ecossistema de inovação, associado ao Programa Jundiaí Cidade Inteligente, além de despertar o interesse das cadeias produtivas globais. Inclusive o fomento às startups, ao lado da internacionalização da economia de Jundiaí, atração de novas empresas, empreendedorismo, geração de emprego e renda são alguns dos norteadores da proposta do Sistema de Inovação”, explica.

Segundo o diretor do Departamento de Fomento à Ciência, Tecnologia e Inovação, Júlio Cesar Durante, o Campus Jundiaí vai contribuir com a cidade.

“O Campus Jundiaí vai produzir soluções para a cidade. É uma Cidade Inteligente dando uma resposta e melhorando a vida do cidadão. O Campus prevê que o programa de Incubação de Empresas de Jundiaí funcionará em um novo formato, fazendo parte do Programa “Campus Jundiaí”, sendo descentralizado e distribuído em espaços públicos e privados onde as startups receberão mentorias e todo o apoio que necessitarem para desenvolverem o seu projeto”, afirma.

Entre os locais e órgãos que podem integrar o projeto Campus Jundiaí, estão a DAE, CIJUN, UNIDAM, Complexo Fepasa, Escola Superior de Educação Física (ESEF), Faculdade de Medicina de Jundiaí, Complexo Argos (FAB LAB), Fundação Serra do Japi, FTVTEC, além da Faculdade de Medicina.


Notícias relevantes: