Jundiaí

Fiscalização do Comércio, GM e Polícia Civil interditam mais quatro comércios de sucata irregulares

A interdição aconteceu nos bairros Jardim Novo Horizonte, Ivoturucaia e Jardim Fepasa


Divulgação
Fiscalização do Comércio, Polícia Civil e Guarda Municipal interditaram estabelecimentos irregulares em ação em diferentes bairros de Jundiaí
Crédito: Divulgação

A Prefeitura de Jundiaí fez a interdição de mais quatro comércios irregulares que compram e vendem sucata na cidade, nos bairros Jardim Novo Horizonte, Ivoturucaia e Jardim Fepasa, na manhã desta sexta-feira (17). O trabalho é da Divisão de Fiscalização do Comércio, com o apoio da Guarda Municipal de Jundiaí e da Polícia Civil. Os comércios interditados funcionavam sem alvará e já haviam sido notificados e multados em ações anteriores ocorridas este ano.

Essa ação integrada também visa fiscalizar locais com possível receptação de materiais furtados de espaços públicos e privados, como cabos de energia elétrica e materiais variados de ferro e cobre, como tampas, grades, portões, lixeiras e ornamentos. Ocorrências de furto desses itens têm aumentado na cidade nos últimos meses.

Em todos os locais, os proprietários e responsáveis foram encontrados e fecharam as portas após serem avisados da interdição e devidamente orientados.

Além dos quatro pontos, a equipe de fiscalização integrada também foi a um quinto ponto já interditado, na semana passada, no Jardim São Camilo. Apesar de estar com o portão da frente fechado, o terreno tem passagem pelos fundos e um homem queimava entulhos no local no momento da operação. Todos os comércios continham grande quantidade de material vendido para reciclagem, como plástico, papel, componentes eletrônicos e produtos de metal.

De acordo com a Divisão de Fiscalização do Comércio, caso o proprietário descumpra a interdição e insista em manter o local aberto, ele será multado em R$ 4.523,25, valor que pode ser dobrado em reincidência. Nas ações anteriores, esses pontos de ferro velho já haviam recebido duas multas cada um, nos valores de R$ 1.809,93 e R$ 3.618,60.

Ações anteriores
Na semana passada, a fiscalização integrada fez interdições no bairro Jardim São Camilo e no Tamoio, como parte do Plano de Ação de Revitalização da Região da Ponte São João, cujo objetivo principal é diminuir os casos de criminalidade na Ponte São João e em bairros próximos através de intervenções de segurança.


Notícias relevantes: