Jundiaí

Semana do Trânsito começa com interações com motoristas e motociclistas


Divulgação
Motofretistas participaram da interação com o grupo de atores sobre a importância de medidas seguras no trânsito
Crédito: Divulgação

A partir deste sábado (18), os motoristas, os motociclistas e os pedestres que circulam pelas ruas de Jundiaí irão se deparar com interações educativas de trânsito realizados por grupo de atores. Com atividades lúdicas, encenações e um questionário, os intérpretes apresentam situações de insegurança no trânsito e indicam as ações seguras para evitar acidentes e proteger vidas.

Ezequiel Rocha, 25 anos, está trabalhando como motofretista há dois anos. Nesse período já sofreu um acidente que o deixou de cama por alguns dias. “Essas ações que usam o humor para educar as pessoas no trânsito são interessantes. A gente precisa dirigir pra si e para os outros”, comenta o rapaz, enquanto respondia sobre o uso adequado de capacete com a motocicleta, no bolsão de estacionamento da Avenida 9 de Julho, próximo ao viaduto Romão Nasser, na Avenida Jundiaí.

De acordo com a responsável pelo Departamento de Educação para o Trânsito da Unidade de Gestão de Mobilidade e Transportes (UGMT), Juliana Maia, ao longo da semana, o grupo percorrerá vários pontos. ‘Começamos por este espaço por concentrar muitos motofretistas, já que o tema da Semana do Trânsito é ‘Veja e Seja Visto’. Nos próximos dias, as esquetes serão apresentadas em semáforos de grande fluxo e em outros espaços já identificados como espaços de apoio para aqueles que trafegam com motocicletas”, detalha.

Jundiaí apresenta crescimento de quase 10% na frota de motocicletas na comparação entre 2017 até os primeiros sete meses de 2021. O número de acidentes com óbitos teve redução, passando de 34 em 2017 para 26, no de 2020, com redução de 30%. Neste ano, até o mês de julho, a cidade já havia registrado 19 mortes.

“Nosso objetivo é diminuir os acidentes de trânsito”, comenta o gestor de Mobilidade e Transporte, Aloysio Queiroz. Sobre o conceito de “Ver e ser Visto”, Aloysio lembra que se trata de um dos mais importantes para a segurança no trânsito.

Programação

Uma dessas atividades é o projeto Sentindo na Pele, que visa sensibilizar a sociedade a partir da vivência das dificuldades que as pessoas com deficiência e com mobilidade reduzida passam diariamente em sua locomoção. Para isso, será montado um circuito com cinco pontos no estacionamento do Paço Municipal, onde os motoristas poderão participar de vivências como: andar de cadeira de rodas, subir e descer usando elevador para cadeirantes, andar com olhos vendados, subir e descer usando muletas e andador e respeito ao ciclista.

De 18 a 24/09 – Intervenções com grupo de teatro voltadas para atender o público alvo, os motociclistas, para conscientização de comportamento seguro e a importância de “Ver e Ser Visto”.

Dia 22 – Dia Mundial Sem Carro – Ação de iniciativa voltada à população e empresas e ação específica aos funcionários públicos que atuam no Paço Municipal.

Dia 23 – Palestra em escola – Palestra de segurança para o trânsito para alunos da EMEB Irmã Flórida Mestag, às 8h.

Dia 24 – “Só Um Minutinho” – Ação de respeito às vagas preferenciais no Centro, com uso de cadeiras de rodas em vagas de estacionamento regular. Será realizado na Rua Naim Miguel das 8h às 11h, ocupando 7 vagas de estacionamento regulares.

Dia 25 – Sentindo na Pele – Projeto com vivências das dificuldades de pessoas com deficiência e com mobilidade reduzida. No Paço Municipal, das 9h às 12h.


Notícias relevantes: