Jundiaí

Jundiaí tem a primeira morte de paciente em decorrência da variante Delta da covid-19

A cidade tem 42 casos de pessoas com covid contaminadas com a variante delta, ou seja, 1% do total de doentes


DIVULGAÇÃO
Variante Delta
Crédito: DIVULGAÇÃO

A Prefeitura de Jundiaí (SP) confirmou nesta terça-feira (21) a primeira morte causada pela variante delta do coronavírus. A cidade tem atualmente 42 pacientes contaminados coma doença.

Trata-se de uma mulher de 56 anos, obesa, com apenas uma dose da vacina recebida. Segundo a administração municipal, os sintomas começaram no dia 23 de agosto e a morte foi registrada no dia 2 de setembro. Porém, a confirmação de que se tratava de paciente contaminado com a variante Delta só ocorreu nesta terça-feira (21).

"O sequenciamento genético dos casos é realizado pelo Instituto Butantan, a partir dos exames encaminhados para o Instituto Adolfo Lutz, referência em análise para o Estado de São Paulo. O primeiro caso identificado da variante em Jundiaí teve início dos sintomas em 16 de julho", informaram, em nota.

A Unidade de Gestão de Promoção da Saúde da prefeitura informou ainda que foram registrados na cidade 42 casos de pessoas com covid contaminadas com a variante delta, ou seja, 1% do total de doentes. O primeiro caso da delta foi identificado em 16 de julho.

Até a tarde de segunda-feira (20), Jundiaí contabilizava 55.122 casos de covid, com 1.583 mortes, 52.956 pacientes recuperados e 583 casos ativos. A ocupação dos leitos covid na cidade era de 73% na rede pública e 38% na privada.

 


Notícias relevantes: