Jundiaí

Planejamento Urbano e Meio Ambiente lança edital para requalificação do Vale do rio Jundiaí


Divulgação
O curso d'água é o primeiro a ser reclassificado, passando de classe 4 para 3
Crédito: Divulgação

Dia 23 de setembro é uma data para comemorar o Dia do rio Jundiaí. O curso d’água que leva o mesmo nome da cidade é o primeiro do Brasil a ser reclassificado, passando de classe 4 para 3. Após essa importante mudança de classe, o rio irá passar por nova etapa. A Unidade de Gestão de Planejamento Urbano e Meio Ambiente lançou, no início de setembro, edital para a contratação do projeto de requalificação do Vale do rio Jundiaí.

“Temos em nossa cidade o único rio que comprovadamente passou por um processo de despoluição. Esse foi e é um trabalho pioneiro, iniciado ainda na década de 80, fato que tornou o rio conhecido em todo o mundo e que confere à experiência e ao trabalho levado a efeito durante quase 30 anos o status de um exemplo que pode e deve ser repetido”, declara o prefeito Luiz Fernando Machado.

O edital lançado é em continuidade à proposta iniciada com a realização do concurso promovido em 2019. “Atualmente, a avenida Antônio Frederico Ozanan e as vias marginais do rio Jundiaí fora do município, já se constituem em importante corredor viário da região. O Vale do rio Jundiaí pode se constituir em um importante corredor de integração regional e, dentro dos 28 quilômetros no município de Jundiaí, em um corredor de mobilidade e lazer, com infraestrutura adequada ao transporte coletivo, ao trânsito de ciclistas e pedestres, tal como tratado no concurso”, explica o gestor de Planejamento Urbano e Meio Ambiente, Sinésio Scarabello Filho.

Para que as ideia sejam concretizadas no longo prazo, é necessária a definição de diretrizes que assegurem a preservação dos espaços para a adequação do canal do curso d’água, implantação das vias de trânsito de caminhões e ônibus, vias de acesso aos lotes, ciclovia e calçadas com largura adequada para a instalação de toda infraestrutura de saneamento, gás, energia e comunicação e lazer.

“O edital prevê a definição das diretrizes para os 28 quilômetros do Vale do rio Jundiaí e o desenvolvimento do projeto básico para um trecho de um quilômetro, compreendido entre o Viaduto da Avenida São João e a rua José Belesso”, comenta Sinésio.


Notícias relevantes: