Jundiaí

Em alta, gás natural aquece setor de instalação do 'kit gnv'

ECONOMIA Segundo dados da Secretaria Nacional de Trânsito, o número de veículos modificados passou de 9 mil para 18.027 este ano


                   ALEXANDRE MARTINS
Alexandre D'urbano, dono de uma oficina que oferece instalação de GNV, diz que o aumento chegou a 70% em relação a 2020
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

Com os constantes aumentos dos combustíveis, o gás natural veicular (GNV) se apresenta como uma alternativa viável para os motoristas que deseja economizar. Bom para as oficinas especializadas em instalação do conhecido 'kit gnv' que já falam em alta de 100%.

Segundo dados da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), o número de veículos modificados para abastecimento com GNV, praticamente dobrou em agosto, com 18.027 conversões contra 9.364 no mesmo mês de 2020.

De acordo com Alexandre D'urbano, proprietário de uma oficina que oferece instalação de GNV, o aumento chegou a 70% em comparação ao ano passado. D'urbano afirma que o GNV pode oferecer uma economia real em torno de 60% a 70% no uso do carro. "Por exemplo, se a pessoa gasta R$ 1 mil de combustível por mês, ela passará a gastar cerca de R$ 400", explica.

Utilizando kits e componentes de primeira linha, o custo da instalação na oficina de D'urbano é de R$ 6 mil, levando dois dias para a conclusão. "O retorno do investimento pode ser calculado por quilômetro rodado. Em média, a pessoa vai economizar R$ 2 mil a cada 10 mil quilômetros rodados", comenta.

A duração do tanque de GNV varia para cada automóvel. Segundo D'urbano, um carro pequeno consegue rodar em torno de 200 km até precisar abastecer. "O GNV roda 70% a mais do que o álcool rodaria e 30% a mais do que a gasolina, por exemplo", pontua.

Para Ricardo Soares, proprietário de uma oficina que faz as modificações de carros para o GNV, a alta de procura ocorre desde o início do ano. "Em relação a 2020, as demandas chegaram a dobrar. Tivemos 100% de aumento devido esses reajustes constantes do preço de combustível e das incertezas que esta situação trouxe", diz.

A instalação na oficina de Soares custa em torno de R$ 4 mil, mas varia conforme o modelo do carro, levando dois dias para o término. No momento, Soares não está mais atendendo novos clientes, pois está com a agenda cheia até o final de outubro. "Como não tenho mais sobras de insumos comigo e eles estão em falta no mercado nacional, só restando a opção dos importados, resolvi esperar para continuar com as vendas e não gastar a toa", ressalta.

ABASTECIMENTO

O taxista Laércio Antonio da Silva aderiu ao GNV há três anos, pois na época, o álcool estava bem caro. "Acabou compensando só no primeiro ano de uso, depois, o GNV foi subindo muito de valor, proporcionalmente até mais que a gasolina. Gastei cerca de R$ 4,5 mil para a instalação", afirma.

De acordo com Mari Silveira, gerente de um posto de combustível que oferece abastecimento de gás natural, chega a ter fila nas bombas. "Por conta disso, abrimos uma nova bomba. Houve um aumento em torno de 20% na procura do gás, mas não dá para saber se foi por conta do fechamento de outro posto nosso e as demandas vieram para este ou se foi por conta das pessoas estarem aderindo ao GNV", explica.

Mari afirma que já viu até carretas e carros novos, da fábrica, usando o GNV. "Acho que a tendência é aumentar o uso do gás. Muitos clientes que passam por aqui ressaltam o bom proveito dele, mesmo que demore mais para abastecer do que a gasolina, por exemplo", aponta.

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: