Jundiaí

Brinquedos educativos são opções para o Dia das Crianças

PERSONALIZADOS Presentes que fogem do convencional chamam a atenção de crianças e adolescentes para o dia 12 de outubro


ARQUIVO PESSOAL
Gustavo Diniz aposta na seleção dos livros através do perfil dos clientes
Crédito: ARQUIVO PESSOAL

Brinquedos educativos e itens personalizados estão em alta e chamam a atenção de crianças que optam por presentes que fogem do convencional para o Dia das Crianças. Com livros e itens de madeira em destaque, lojistas já comemoram a procura.

O proprietário da livraria Cheiro de Livro aposta na seleção de livros para atrair todos os públicos. "Aqui na loja fazemos uma curadoria com os clientes, através de uma conversa, para entender o perfil de cada um e ajudar na escolha dos livros."

A livraria começou com vendas on-line e, no final de 2019, Diniz decidiu expandir para a loja física. Segundo ele, os produtos mais vendidos são os livros educativos e interativos com orientação, brincadeiras e atividades. "Nosso maior público são crianças e pré-adolescentes e muitos optam por livros interativos antes de se aprofundarem nas leituras", explica.

DIA DAS CRIANÇAS

Diniz mantém mantém o otimismo para as vendas do Dia das Crianças. "A loja física fez uma diferença enorme nas vendas e já comecei a receber pedidos para o Dia das Crianças. A expectativa é vender o dobro do ano passado", afirma o vendedor.

Os livros são essenciais para a formação educativa das crianças e adolescentes e são excelentes presentes. "O ato de presentear uma criança com um livro já é uma ação educativa. Além de ser uma escolha ótima de presente para que os pais possam incentivar o interesse dos filhos pela leitura."

Durante a pandemia, a professora Luana Quirino Mendonça decidiu investir em um novo negócio para gerar fonte de renda extra, enquanto as aulas presenciais estavam suspensas e os brinquedos de madeira foram criados. "A procura pelos produtos foi muito maior do que eu imaginei, as vendas estão sendo um sucesso", afirma a professora.

Ela espera aumentar as vendas em até 50% em relação ao ano anterior. "Como meu negócio expandiu bastante estou com o dobro dos brinquedos em relação ao ano passado e minha expectativa para o Dia das Crianças está bem alta", diz.

APRENDIZADO

A ideia de trabalhar com a venda de brinquedos em madeira surgiu durante suas aulas, quando observou que os alunos tinham mais facilidade em aprender enquanto estavam brincando. "Os brinquedos educativos, como jogos da memória e quebra-cabeças estimulam o aprendizado, o raciocínio e a coordenação motora das crianças."

(Luana Nascimbene)

SIGA NAS REDES

Gustavo Diniz: @lojacheirodelivro

Luana Mendonça:
@prolu_ideiadebrincar

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: