Jundiaí

Dia Mundial do Turismo: em Jundiaí o setor gera renda e movimenta a economia local


Divulgação
Empreendimentos turísticos sentem crescimento de 60% na visitação
Crédito: Divulgação

Em 27 de setembro é comemorado o Dia Mundial do Turismo e o Dia Nacional do Turismólogo. Em Jundiaí, o setor representa um importante gerador de renda e economia. Segundo o Departamento de Fomento ao Turismo, ligado à Unidade de Gestão de Agronegócio, Abastecimento e Turismo (UGAAT), 7% das empresas existentes no município tem CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) vinculada ao setor, o que representa em torno de 3.500 empresas.

“O turismo é um importante motor econômico para Jundiaí, que garante o sustento de muitas famílias e que foi muito afetado durante a pandemia, mas, com o avanço da vacinação, está conseguindo promover uma boa retomada econômica”, comenta o prefeito Luiz Fernando Machado.

Em 2019, antes da pandemia, Jundiaí recebeu mais de um milhão de turistas. No ano de 2020, por conta dos períodos mais restritivos, os números caíram para 378 mil visitantes. No entanto, pesquisa realizada pela UGAAT mostra que 83,3% dos empreendimentos estão recebendo mais turistas que na pré-pandemia. “100% dos empreendimentos que participaram do estudo indicaram que houve aumento no fluxo turístico nos últimos meses e 54,5% já precisaram contratar mais colaboradores por conta do crescimento do turismo em Jundiaí”, lembra o gestor da UGAAT, Eduardo Alvarez.

Presidente do Conselho Municipal de Turismo (COMTUR) e proprietária de adega que está na Rota do Vinho, Mirian Oliveira, comenta que o setor comemora a retomada. “A visitação cresceu pelo menos em 60% e percebemos que recebemos agora um público diferenciado, são turistas de São Paulo, ABC, Baixada Santistas, são grupos que não tinham o hábito de vir para Jundiaí.”, afirma.

Apesar do impacto da pandemia, em 2020, o turismo injetou em Jundiaí 54 milhões de dólares. “No ano anterior, a renda direta gerada pelo setor foi de 181 milhões de dólares. Prevemos um crescimento de 10% neste ano. Estamos otimistas para os próximos meses e para 2022 ”, comenta a diretora de Turismo, Marcela Moro, que ainda salientou a importância do turismólogo nesse processo “É o profissional responsável pelo planejamento, gestão do turismo e que possibilita ampliar ainda mais o desenvolvimento do setor”.

A expectativa de um 2022 positivo também é compartilhada pelos atrativos turísticos. “O município se mobiliza e com uma visão de futuro pós-pandemia muito positiva para o turismo. Buscamos recursos para aprimorar nossos serviços e potencializar ainda mais qualidade no atendimento e acolhimento. Estamos otimistas para os próximos meses e principalmente para 2022”, confirmou a presidente do COMTUR.

A cidade conta com seis Rotas Turísticas (Vinho, Uva, Cultura Italiana, Terra Nova, Castanho e Centro Histórico), que oferecem mais de 600 atrativos turísticos como adegas, restaurantes, parques, sítios, museus, entre outros. Para saber mais sobre as Rotas Turísticas, basta acessar o SITE.


Notícias relevantes: