Jundiaí

Região Oeste contabiliza maior percentual de investimentos em Jundiaí


Divulgação
Entre as obras realizadas, está a rede de esgoto do Bairro Bom Jardim
Crédito: Divulgação

Entre as cerca de 60 obras espalhadas pela cidade de Jundiaí e investimento de mais e R$ 100 milhões simultaneamente, a região Oeste soma o maior volume de investimentos espalhados nas áreas de Saneamento, Infraestrutura, Saúde e Educação, alcançando R$ 33,3 milhões. Já a avaliação feita a partir das unidades de gestão e autarquias, a DAE é a que contabiliza mais recursos aplicados em obras entre todas as regiões da cidade, com R$ 37 milhões. Com foco na melhoria do atendimento à população e excelência na entrega de serviço, além da transparência na gestão, todas as frentes em andamento podem ser consultadas na página Observatório Jundiaí.

Os investimentos contam com prazos variados de execução, com obras com prazos de entrega nos próximos meses, e outras em estágio inicial. “Apesar da pandemia, Jundiaí conseguiu manter os planos de investimentos projetados para a cidade, garantindo serviços de qualidade para a população, em todas as áreas, desde Educação, Saúde, Segurança ou Assistência Social. As obras também estimulam a economia, gerando emprego e renda para os trabalhadores”, comenta o prefeito Luiz Fernando Machado.

Segundo o gestor da Unidade de Gestão de Governo e Finanças (UGGF), José Antonio Parimoschi, a Prefeitura de Jundiaí é focada em entregas, com planejamento efetivo de obras e ações estruturantes para a cidade. “Jundiaí é destaque nacional sendo o município que mais reverte os impostos em serviços para sua população – 1ª Edição do Índice de Retorno do Tributo Municipal (IRTM), a partir de pesquisa realizada pela consultoria Assertif – especializada na mineração de créditos tributários -, a partir dos impostos pagos. Os investimentos realizados refletem diretamente em benefício da população”, comenta o gestor.

De acordo com o ranking, que confere às cidades paulistas notas de 0 a 100, Jundiaí está em primeiro lugar, com 71, à frente de todas as capitais brasileiras e importantes cidades como Piracicaba (70,4), São José dos Campos (69,3) e Taubaté (68,1).

Em detalhes
De acordo com avaliações do Escritório de Entregas da UGGF, responsável pelo monitoramento das ações e investimentos da gestão no Município, a cidade contabiliza cerca de 60 obras sendo realizadas de maneira simultânea na cidade, que somam mais de R$ 100 milhões, sendo a Oeste o líder em investimentos na cidade, seguida pela região Leste, com R$ 22,7 milhões, Sul com R$ 16,7 milhões, Central com R$ 12 milhões, Noroeste com R$ 10,4 milhões e Norte com R$ 5,4 milhões e outros R$ 2 milhões em regiões simultâneas.

Todas as obras em andamento na cidade podem ser consultadas na página do Observatório Jundiaí, acessível pelo site da Prefeitura de Jundiaí. Pelo endereço é possível detalhar o investimento, prazo e qual fase o projeto está em andamento.

A região Oeste contabiliza obras de grande valor, como a expansão do sistema de esgotamento sanitário na região do Bom Jardim, interceptação de rede de esgoto, implantação de galerias de águas pluviais, obras de drenagem, parque urbano, ciclovia, reforma na EMEB Abigahil Alves Borin e do Núcleo de Apoio à Aprendizagem.

A região Sul contabiliza investimentos reforma de Unidades Básicas de Saúde, implantação de parque e reforma de EMEB Amélia Lima Lopes. Em breve terá início em construção da sede da Rede de Urgência e Emergência, com a centralização da Guarda Municipal, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e Defesa Civil. Nesta semana a região recebeu a entrega da EMEB Mercedes Basile Bonito com a visitação do Prefeito Luiz Fernando Machado.

Na região Leste, são contabilizadas: reforma da UBS do Jardim São Camilo, construção da Clínica da Família e Unidade Pré-Hospitalar e investimentos de infraestrutura na região, inclusive com a extensão de redes de água e coletora de esgoto, áreas de lazer e outros equipamentos para a cidade.

Entre as obras da região Central podem ser citadas as reformas dos viadutos Romão Nasser e São João Batista, Auditório Elis Regina, Centro das Artes, investimentos no Complexo Educacional, Cultural e Esportivo Nicolino de Luca (Bolão).

Na região Noroeste, englobando a Vila Hortolândia, são apontadas como as principais obras a construção da EMEB Professor Joaquim Candelário de Freitas, da Clínica da Família e Unidade de Pronto Atendimento, além de outros investimentos em infraestrutura e saneamento. Na mesma região ainda se contabiliza a reforma e construção de quadra na EMEB Professor Anézio de Oliveira, construção de parque linear, implantação de galerias entre outras intervenções de menor porte.

Na região Norte, além da reforma da EMEB Reynaldo Montalvão Basile, obras de infraestrutura na região são realizadas, bem como a implantação de redes de saneamento na região do Mato Dentro.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: