Jundiaí

Investir em saúde física e mental mantém idosos ativos

DIA DO IDOSO O aumento da população 60+, corresponde a mais de 37 milhões de brasileiros, diz IBGE


                          ALEXANDRE MARTINS
Zilda Pereira aproveita seu tempo livre para praticar atividades físicas
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

Em comemoração ao Dia Internacional do Idoso, data criada para conscientizar a sociedade sobre as necessidades da terceira idade e exaltar as contribuições dessa população, idosos que levam uma vida ativa, praticando esportes ou atividades educacionais, compartilham suas conquistas.

Segundo estatísticas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), o aumento da população 60 , corresponde há mais de 37 milhões de brasileiros. População esta que está vivendo mais e por isso investem em saúde física e mental para uma vida mais saúdavel.

Assim tem feito a aposentada Zilda Persona Pereira, de 61 anos, que aproveita seu tempo livre para realizar diversas atividades, como ginástica, oficinas de pintura e tecidos, além de cursos e palestras educacionais. "Eu pratico atividades físicas pelo menos duas vezes por semana, sempre estou pelo Jardim Botânico fazendo caminhadas ou participando de aulas de ginástica", afirma a aposentada.

Zilda concilia as atividades que pratica com as tarefas de casa. "Para falar a verdade eu nunca fico parada. Quando não estou cuidando do meu bem-estar, ajudo nas tarefas de casa e cuido do meu marido", comenta.

Sua paixão pelas viagens não a deixa em casa por muito tempo. "Eu adoro viajar e sempre combino de ir passear com as meninas da minha aula de ginástica", diz.

CUIDADOS

Para o educador físico Gustavo Rosin Spéria, manter-se ativo, seja com exercícios físicos ou através do convívio social com outras pessoas, estimula a memória e coordenação motora dos idosos, que estão mais suscetíveis à doenças neurológicas como Mal de Parkinson e Alzheimer.

"Ter uma vida ativa na terceira idade ajuda no suporte físico, melhora o sistema cardio-respiratório, regula a glicemia, colesterol e triglicérides e previne muitas doenças ", afirma Spéria.

Além de melhorar a saúde, realizar atividades físicas melhora a autoestima dos idosos. "Recomendo que eles escolham atividades de acordo com sua preferência, fazer aquilo que gostam, como praticar esporte, aulas de dança, caminhadas, meditação, entre outras. O importante é se sentir motivado", diz o educador físico.

DISPOSIÇÃO

A aposentada Maria Cleide Trosdtorf, de 71 anos, participa dos Jogos Regionais do Idoso há mais de 10 anos e dedica sua vida aos esportes.

Ela é bicampeã estadual de dança de salão e recentemente ganhou medalha de ouro no Festival Regional de Dança de Salão da Melhor Idade, em parceia com Armando José dos Santos, de 71 anos.

Maria também participa das competições de coreografia e vôlei adaptado. "Eu tiro a maior parte do meu tempo para fazer atividades físicas, participo de ensaios diários de dança, vou aos treinos de vôlei e, quando sobra tempo, faço caminhadas ao ar livre", afirma Maria Cleide.

Maria ressalta a importância da prática do esporte em sua vida e diz que já está se preparando para enfrentar novos desafios. "Quando eu estou jogando vôlei ou ensaiando para os concursos de dança eu me sinto rejuvenescida, além de melhorar minha saúde também é essencial para me manter motivada e feliz", comemora a aposentada.

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: