Jundiaí

Paisagismo auxilia cultivo de plantas em locais pequenos

AS PLANTAS As mais indicadas são aquelas com características de sombra ou meia sombra, que se adequam em cômodos pequenos


                               ALEXANDRE MARTINS
Telma Costa tem pouco espaço e cultiva suas plantas dentro de casa
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

Para quem mora em apartamentos ou espaços pequenos, mas não dispensa plantas e flores pelo ambiente, a escolha das espécies das plantas demanda mais atenção. Além de saber o lugar correto para cultivá-las, é preciso ter conhecimento sobre luz, água e crescimento desta planta.

Segundo o paisagista jardinista Edison Luis dos Santos Moraies, de 56 anos, no ambiente interno as plantas mais indicadas são a ráfis, árvore-da-felicidade, palmeira-areca, palmeira chamaedórea, costela-de-adão e lírio da paz, que são as mais comuns e se adequam facilmente.

"O ideal é que as plantas tenham a característica de sombra ou meia sombra. Devem ser posicionadas próximo a luminosidade da janela. De preferência, escolher espécies de folhagem viçosa, com folhas largas ou estreitas", explica.

PELOS CÔMODOS

A musicista Telma Costa, de 52 anos, cultiva grande parte de suas plantas em um cômodo com luminosidade."Faço questão de ter plantas, tanto como objeto decorativo quanto para trazer a natureza para dentro da minha casa", afirma.

O paisagista relata que as plantas dentro de casa devem estar perto das janelas, mas sem receber luz diretamente. "As plantas de sombra ou meia sombra precisam de luminosidade, mas a luz do sol direta ou através do vidro pode queimar as folhas", explica o paisagista.

Além disso, o cuidado na irrigação deve ser frequente para não deixar o solo encharcado. "Sempre analisar se o substrato está seco ou úmido antes de colocar água, e tomar cuidado para não encharcar. Também é importante adubar a cada 3 ou 4 meses", completa.

HARMONIA

O dono da planta tem todo um trabalho com os cuidados especiais, mas em troca recebe harmonia e boas energias para o lar.

Cuidar das plantas é um grande prazer para Telma. "Além da beleza que traz para o cômodo, cuidar e ver a planta crescer dia após dia é uma relação muito íntima pra mim", relata.

O paisagista define como terapêutico estar em um ambiente verde. "Um ambiente sem planta nenhuma se torna muito duro, o verde traz a harmonia, é uma sensação terapêutica", afirma.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: