Jundiaí

Prática da quiropraxia alivia tensões e corrige postura

Um dos maiores motivos para a procura da quiropraxia ser tão grande é a melhora instantânea que a técnica causa nos pacientes


                 ALEXANDRE MARTINS
Camila Skubs afirma que o alívio de dores é efeito instantâneo e eficaz
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

A quiropraxia é uma técnica manual de ajuste articular reconhecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O tratamento alivia tensões do corpo, corrige problemas posturais e é indicado para dores musculares, lesões e até para ansiedade e depressão.

Um dos maiores motivos para a procura da quiropraxia ser tão grande é a melhora instantânea que a técnica causa nos pacientes. De acordo com a quiroprata, Camila Skubs, o alívio de dores é o efeito mais rápido da quiropraxia, fazendo com que o paciente fique totalmente relaxado após a sessão. "Na primeira sessão de ajustes, em quase 100% dos casos, o paciente já sente melhora da dor, e, dependendo da causa da mesma, uma melhora total inclusive", afirma a especialista.

BENEFÍCIOS

Em diversos casos o paciente não só tem a melhora da dor como de outros sintomas que sequer relacionava com a parte óssea e neuromuscular. "Melhora do sono, de movimentos, de dores em outras partes do corpo, de funcionamento de outros órgãos, como intestino, estômago, fígado, respiração mais leve, ciclo menstrual e eliminação de zumbido no ouvido são alguns dos benefícios que se têm junto com o alívio das dores", afirma Camila.

A técnica é recomendada para todas as idades, inclusive crianças, idosos e gestantes. "As poucas exceções são em casos de doenças específicas, como osteoporose ativa, fraturas recentes, osteomielite, rupturas ligamentares ou neoformações malignas", explica a quiroprata.

O analista financeiro Tiago Brito Leão, de 33 anos, faz quiropraxia toda semana para aliviar as dores e corrigir os problemas de postura que apresenta. "Faço uma sessão de quiropraxia por semana e tem me ajudado 100%, além de aliviar as dores nas costas, também tem facilitado minha perda de peso", afirma Tiago.

De acordo com o quiroprata Junio Venek, a regularidade é importante para o tratamento ser eficaz. "É recomendado realizar as sessões toda semana ou a cada 15 dias, para que a melhora seja de 100% e as dores não voltem a aparecer", afirma Venek.

O tratamento quiroprático não utiliza procedimentos invasivos ou medicamentos. Além disso, as técnicas da quiropraxia tratam a origem do problema, em comunicação direta com o sistema nervoso. Dessa forma, a quiropraxia trata ossos e nervos, ao contrário de outras especialidades, como a fisioterapia e a massagem, que tratam a reabilitação muscular.

PREVENÇÃO

Além de tratar várias doenças e dores, a quiropraxia também pode ser feita como forma de prevenção de problemas musculares, como fez a funcionária pública, Neiva de Carvalho, de 50 anos. Para evitar os riscos de lesões, Neiva concilia as sessões de quiropraxia com a musculação.

"Faço quiropraxia há três anos e o motivo que me levou à prática foi aliar o tratamento com a musculação e trazer mais benefícios à minha saúde. Com o tratamento da quiropraxia, percebi que meus músculos ficaram mais relaxados e isso está contribuindo muito na musculação", afirma a funcionária pública.

(Luana Nascimbene)

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: