Jundiaí

Ano sabático é uma nova jornada para o autoconhecimento

PLANEJAMENTO Viagem para se dedicar aos projetos pessoais, aprender uma nova língua ou estudar é o grande objetivo por trás do ano sabático


ARQUIVO PESSOAL
Jéssica Karine Rosa tirou uma pausa na carreira e ficou um ano nos Estados Unidos
Crédito: ARQUIVO PESSOAL

O período para se dedicar a projetos pessoais é chamado de "ano sabático". Apesar de as pessoas terem planos diferentes para essa pausa na rotina, elas compartilham de um desejo em comum: viajar. Esse embarque não é somente no avião para fora do país, mas sim em uma jornada de autoconhecimento.

Desmistificando o conceito de que ano sabático é um período de ociosidade, tirar esse tempo para realizar sonhos e cumprir metas pessoais é o principal objetivo, que pode ser alcançado estudando, fazendo trabalho voluntário, ou com um outro propósito que engrandeça a alma.

Jéssica Karine Rosa, de 29 anos, é formada em administração e já realizou dois períodos sabáticos em momentos diferentes de sua vida, um em 2016 para aprender uma nova língua e o outro em 2019 para realizar trabalho voluntário e estudar. "Em busca de aprender algo diferente e estar em situações que eu não viveria na zona de conforto, por duas vezes eu saí do emprego para viajar", conta.

ZONA DE CONFORTO

A pandemia foi um gatilho para despertar na estudante Thiely Dionizio, de 19 anos, a atitude de finalmente tirar o sonho de fazer um intercâmbio do papel e colocá-lo em prática. "Sempre sonhei em sair do país, mesmo que fosse algo que não estivesse dentro da minha realidade. Com a pandemia, não me adaptei as aulas on-line e tranquei a faculdade. Com isso, um outro objetivo entrou em jogo, decidi realizar meu sonho e marcar uma viagem de dois anos", relata.

Para Thiely Dionizio, morar fora também é uma oportunidade de crescimento. "Eu ainda penso em retomar a faculdade, mas não agora. Apesar de eu ter ficado bem insegura com a decisão de manter o curso trancado e viajar, acredito que vou me redescobrir nesse período fazendo Au Pair, um programa de trabalho remunerado em que vou trabalhar e estudar nos Estados Unidos. É uma oportunidade de crescimento e aprendizado, estou ansiosa para viver uma nova cultura", completa.

DISTÂNCIA

Estar longe da família traz insegurança, mas para a estudante o crescimento também tem valor. "Vou sair total da minha rotina. Viver longe da família, dos amigos e de tudo aquilo que me traz segurança é um desafio, mas quero focar em mim e viver novas experiências", explica Thiely.

No seu ano sabático, Jéssica Rosa conta que viveu experiências que não viveria aqui no Brasil. "Estar em uma situação totalmente fora da sua área de conforto é mágico. Ter esse tempo é algo diferente de qualquer outra experiência", descreve.

A viajante afirma que pretende tirar outros períodos sabáticos e aumentar os carimbos no passaporte. "Sempre penso em fazer novamente e ficar fora um tempo, mas até o momento não trilhei nenhum plano", completa.

PLANEJAMENTO

É importante planejar o ano sabático com antecedência. Como já tem experiência, Jéssica planejou a última viagem em três meses. Já Thiely, que é mais nova e vai realizar sua primeira viagem internacional, deu entrada no processo em abril deste ano e pretende embarcar em agosto de 2022.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: