Jundiaí

Com produção a todo vapor, lojas se preparam para a venda de panetones

À ESPERA DO NATAL Próximo do mês de dezembro, lojistas planejam as vendas dos produtos natalinos que devem aquecer o mercado a partir de novembro


ARQUIVO JJ
VAGNER -
Crédito: ARQUIVO JJ

Faltando cerca de dois meses para o Natal e com estimativa de aumento da produção de panetones em 25%, lojistas se preparam para as vendas que devem aquecer o mercado a partir de novembro. Fábricas estão a todo vapor.

De acordo com a gerente de marketing da empresa de pães, bolos e panetones Romanato Alimentos, Gabriela Costa, para conseguir atender todos os clientes e acelerar a produção que teve início em agosto, a empresa triplicou o quadro de funcionários. "Contratamos mais de 500 colaboradores para trabalhar na nossa linha de panetones, oferecendo centenas de vagas para as pessoas se realocarem no mercado de trabalho", afirma a gerente.

Segundo ela, a expectativa em relação ao aumento da produção são altas. "Estou confiante com o mercado aquecido e a perspectiva é aumentar 25% em relação ao ano passado", afirma Gabriela.

VENDAS

Grande parte do volume dos produtos já está nos principais supermercados da região e a equipe trabalha para conseguir atender todos os pedidos até o próximo mês, quando as vendas aumentam. "Vamos produzir mais de 25 milhões de unidades de panetones para atender todo o mercado nacional e também internacional, representando um aumento de 25% nas vendas", diz Gabriela.

A gerente afirma que durante o ano passado, a empresa sofreu com falta de insumos, mas conseguiu contornar a situação. "A empresa sofreu bastante com a falta de matéria-prima, mas conseguiu produzir uma boa quantidade dos panetones. Para este ano, os insumos foram antecipados seguir com o planejamento e não afetar a produção", afirma Gabriela Costa.

RITMO LENTO

De acordo com o proprietário da Casarão Importados, Claus Peters, as vendas deste ano devem ser iguais às do ano passado. "O movimento deve ser o mesmo e as vendas devem se manter, creio que o principal motivo para isso é o aumento dos preços causado pela alta do dólar", afirma Peters.

O funcionário da loja, Vagner Santos, afirma que o carro-chefe da loja, no final do ano, são os panetones importados da Itália que podem ser comprados a partir de R$ 69. "A loja trabalha com panetones nacionais e importados e a maior procura vem dos italianos", afirma Santos.

A média das vendas dos produtos tradicionais natalinos gira em torno de 400 a 500 unidades por ano e começam a partir de novembro. "Os panetones já estão expostos na loja para atrair os clientes, mas as vendas costumam começar no próximo mês", diz o funcionário.

NOVIDADES

Neste ano, as novidades estão por conta das novas embalagens dos importados. "Os panetones de lata atraem muito a atenção dos consumidores, pois também servem como objeto decorativo", diz Peters.

Na Romanato, a aposta fica por conta dos novos panetones trufados, nas versões de chocolate e doce de leite.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: