Jundiaí

Em área de 41 km2, projeto deve receber R$ 1,8 bilhão


COLABORAÇÃO/ELIEL REZENDE PMV
A proposta é que se torne um dos principais destinos da América do Sul
Crédito: COLABORAÇÃO/ELIEL REZENDE PMV

O projeto de lançamento do Distrito Turístico Serra Azul aprovado pela Secretaria de Turismo e Viagens do Estado de São Paulo conta com investimentos de R$ 1,8 bilhão nos próximos dois anos, área de 41 quilômetros quadrados e inauguração prevista para o dia 30 de novembro.

O projeto foi discutido pelos representantes dos municípios de Jundiaí, Itupeva, Louveira e Vinhedo na última segunda-feira (18) e aprovado pela Secretaria Estadual de Turismo.

De acordo com a Prefeitura de Jundiaí, o Distrito Turístico, localizado às margens da rodovia Bandeirantes que engloba trechos dos quatro municípios em torno do Hopi Hari, Wet'n Wild, um shopping e um complexo hoteleiro, visa atrair investimentos que consolidam o potencial turístico e de lazer, incentivo à atividade turística na região, além de gerar empregos na região.

Segundo a Unidade de Gestão de Agronegócio, Abastecimento e Turismo (UGAAT), o investimento previsto provém da iniciativa privada, que já tem um conjunto de empreendimentos a serem implantados.

A região do Serra Azul, considerada polo turístico, recebe 10 milhões de turistas por ano. A proposta é que se torne um dos principais destinos da América do Sul. O Distrito será o segundo instalado no Estado. Em setembro, o governador João Doria oficializou Olímpia (na região de São José do Rio Preto, a 437 km de São Paulo) como o primeiro Distrito Turístico do Estado.

Em parceria com a iniciativa privada, os municípios vão fazer uma atividade para oficializar o lançamento. Consolidar a iniciativa do Distrito trará como resultado a geração de mais emprego e a potencialização do turismo regional, visto que o fluxo de turistas e visitantes irá reverberar por toda a região ", afirmou o prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado.

INVESTIMENTOS

Segundo o secretário estadual de Turismo e Viagens, Vinicius Lummertz, empresários da região preveem um investimento de R$ 1,8 bilhão nos próximos dois anos, chegando a R$ 10 bilhões em cinco anos.

Estão previstas para a região, mas ainda sob análise, a implantação de um campo de golfe com residencial para idosos, shopping com área para prática de esportes de aventura, a ampliação de um centro hípico e do Outlet Premium, com 60 novas marcas, uma pista para automobilismo, um hotel temático do parque Wet'n Wild, com 330 apartamentos, e outro hotel com mais 600 quartos.

Os próximos passos são o aperfeiçoamento do projeto, de responsabilidade dos municípios, além da criação de um projeto de lei que deverá ser aprovado pela Assembleia Legislativa.

(Luana Nascimbene)


Notícias relevantes: